Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/11/2006 18:39

Homenagens na despedida ao filho ilustre de Três Lagoas

Maristela Brunetto/Campo Grande News
Três Lagoas se despede o seu filho mais ilustre: Ramez TebetAdriano HanyTrês Lagoas se despede o seu filho mais ilustre: Ramez TebetAdriano Hany

De autoridades a admiradores anônimos, o senador Ramez Tebet, de 70 anos, foi homeageado na tarde deste sábado, durante o velório no ginásio de esportes de Três Lagoas, a cidade natal que ele administrou e onde pediu para ser sepultado, no mesmo cemitério em que foram enterrados seus pais. A trajetória que lhe rendeu reconhecimento nacional no cenário político foi lembrada por muitos, entre eles colegas de oposição ao governo no Congresso e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que considerou a morte “uma perda irreparável, em um momento novo da política do Brasil”.

O presidente foi à cidade com um grupo de senadores. Lembrou ter tomado posse em primeiro de janeiro de 2003 em ato comandado por Tebet, então presidente do Congresso Nacional. “Toda vez que morre um político importante, que contribuiu para o Brasil, o País fica um pouco mais órfão”, lamentou.

Foi por incentivo de Tebet que o governador eleito André Puccinelli ingressou na política, quando era um médico chegado do Paraná para viver em Fátima do Sul. Para ele, o legado político do senador fica para a filha dele, Simone, prefeita de Três Lagoas, cargo já ocupado pelo pai, que foi também deputado, governador, ministro e teve cargos no Executivo.

Puccinelli lançou um desafio ao PMDB. “Cabe ao PMDB procurar suprir a falta do Ramez”. O presidente nacional da legenda, Michel Temer, que também participou do funeral, deu a resposta. “Não será fácil substituí-lo, é um quadro valoroso do PMDB”. Do mesmo grupo político, a senadora eleita Marisa Serrano comentou que era na casa de Tebet que ocorriam as reuniões quando o consenso parecia distante.

Ele era tido pacificador. “Ramez tinha caráter conciliador e sempre pregava pelo conciliamento. Perdemos todos um grande senador e eu um grande amigo”, lamentou o presidente do Congresso, Renan Calheiros, que também acompanhou o funeral.

“Nesse período ele sempre foi exemplo de coerência política, delicadeza e generosidade. Mesmo no momento em que tínhamos posições divergentes ele nunca foi capaz de um gesto de indelicadeza. Sempre mostrou respeito e generosidade”, afirmou a amiga Heloísa Helena, que durante a campanha cancelou compromissos como candidata à presidência para visitar o senador, já debilitado.

Elogios vieram da oposição. O deputado federal petista Antônio Carlos Biffi apontou coerência como um traço do senador. Poucos políticos ascenderam como ele, comentou em Três Lagoas.

Anônimos- Admiradores anônimos também foram para a despedida do filho mais ilustre de Três Lagoas. Muitos consideraram que o senador ajudou a dar visibilidade ao município no Estado e em nível nacional.

“Preciso estar aqui para me despedir da pessoa que trabalhou por minha cidade”, justificou o aposentado Joaquim Pereira da Silva, que chegou cedo com o neto ao ginásio de Três Lagoas para o velório. Hamilton Silva Pereira, professor universitário, considerou que a história da cidade está entremeada com a trajetória do senador.

Genoneva Santos Silva, que acompanhava eventos em que o senador ia, disse que não tinha como se ausentar da despedida. “Espero que ele continue olhando por nós lá de cima”.

Luto- O governo de Mato Grosso do Sul, prefeituras e o Senado decretaram três dias de luto pela morte de Tebet. No sepultamento, apresentação de banda marcial, salva de tiros e homenagens.

O senador teve cerca de 40 anos de vida pública. Cumpria segundo mandato de senador. A luta contra o câncer se estendeu por cerca de vinte anos. Desta vez, a doença debilitou o fígado. "Meu pai nunca desistiu de viver", disse Rodrigo, um dos quatro filhos de Tebet.
(Reportagem de Humberto Marques, de Três Lagoas

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)