Cassilândia, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

29/01/2010 06:17

Homem que atirou em ex-mulher e matou a mãe dela é preso

João Humberto, Campo Grande News

Na tarde de ontem foi preso em Juti Cícero Adriano de Oliveira, 29 anos, acusado de ter matado a sogra e ferir a ex-mulher com tiros. O crime aconteceu ontem, às 21h30, em Ponta Porã, cidade que faz fronteira com o Paraguai.

Cícero, que já tem várias passagens pela polícia por ameaça, agressão física, perturbação do sossego e violência doméstica, teria chegado à casa da ex-sogra, Nadir Cardoso de Magalhães, de 47 anos, a procura de sua ex-mulher, Samara Cardoso Magalhães, 19 anos.

Informações repassadas por testemunhas à polícia esclarecem que o casal teria se separado há um tempo em consequência das constantes agressões que Samara sofria.

Na casa de Nadir, o rapaz matou um cachorro que era da dona da casa. Na sequência ele atirou contra as mulheres e fugiu.

Nadir foi atingida no braço direito e na cabeça e morreu sentada no sofá. Samara foi baleada no abdômen e perna direita, socorrida e internada no Hospital Regional de Ponta Porã, onde permanece, fora de risco.

Localização - No final da manhã desta quinta, um telefonema anônimo ao 2º Distrito Policial de Ponta Porã informou que Cícero havia sido visto na praça central de Amambai. A informação foi repassada à Delegacia de Polícia Civil, que passou a atuar no caso.

Em um ponto de moto táxi da cidade, a Polícia Civil levantou a informação de que um mototaxista fez corrida a Juti no valor de R$ 120. O passageiro era um rapaz com as características de Cícero.

Como os policiais já tinham a informação de que Cícero teria familiares em Naviraí, cujo caminho passa por Juti, foi montada uma operação para localizá-lo. .

De acordo com a Polícia Civil, chegando ao município de Juti o autor ligou para supostos familiares das vítimas em Ponta Porã, proferindo ameaças. O número do telefone foi passado à polícia e investigadores da Delegacia de Amambai constataram que a ligação foi feita de um telefone público existente próximo a agência dos Correios de Juti.

Segundo a polícia, Cícero foi preso por uma equipe de PM de Juti quando se preparava para embarcar em um ônibus que seguia a Naviraí. Ao ser preso, o rapaz confessou o crime e disse ter pegado a arma de um vigia de posto de combustível. O revólver foi devolvido.

Após a prisão, Cícero Adriano foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Juti, onde acabou sendo autuado em flagrante pelos crimes de homicídio doloso e tentativa de homicídio doloso. (Com informações do site A Gazeta News).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Novembro de 2017
Segunda, 20 de Novembro de 2017
Domingo, 19 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)