Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/03/2013 19:54

Homem preso por incendiar cinco veículos, confessa ter queimado outra Hilux

Campo Grande News/ Helton Verão e Paula Maciulevicius

O homem preso após incendiar cinco veículos na Capital, na madrugada deste sábado (16), confessou à Polícia ter queimado outra Toyota Hilux, na mesma madrugada dos demais crimes. A Polícia não contabilizava o veículo aos atentados que começaram na última quarta-feira (13).

Estevão de Oliveira Alves, 32 anos, admitiu ter queimado a primeira e a segunda Toyota Hilux na mesma noite. Além do Gol, a camionete que vendia frutas na Praça das Araras, a Montana e dois caminhões tipo munk. Câmeras de segurança gravaram o momento em que Estevão incendiou a camionete Hilux e fugiu em seguida.

Segundo o delegado do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), Alberto Vieira Rossi, o trabalho da Polícia agora consiste em identificar às vítimas e concluiu os laudos. O prazo para conclusão do inquérito é de 10 dias.

Estevão veio de Ponta Porã e não teria ligação com a organização criminosa que age dentro dos presídios, afirma o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini. Segundo a Polícia, ele teria agido sozinho em todas as ações. No entanto, ainda está sendo investigado se ele agia a mando de alguém. O acusado será indiciado pelos seis incêndios criminosos.

Veículo em Terenos - Sobre o Fiat Uno que foi incendiado na BR-262, entrada de Terenos, o delegado Rossi descartou a possibilidade da ligação aos ataques e que o motorista ainda não foi encontrado. "Não segue as mesmas características dos atentados na Capital. A principio não está sendo tratado como atentado”, resumiu.

Ataques – A onda de ataques começou na madrugada de quarta-feira (13), quando uma carreta que estava estacionada na Praça do Rádio Clube foi atacada.

Na noite de quarta-feira, cinco carros que estavam estacionados próximos das Igrejas São José e Santo Antônio e na avenida Afonso Pena foram alvo dos bandidos. Eles tiveram as mangueiras de combustível cortadas e em seguida, incendiados.

Já na quinta-feira (14), duas motos que estavam estacionadas na esquina da rua 15 de Novembro com a Travessa do Padre, ao lado da Igreja Santo Antônio, tiveram as mangueiras de combustível cortadas.

Outras duas motos foram alvo dos ataques na noite de ontem. Uma delas estava estacionada na Travessa do Padre, no mesmo local da ocorrência na noite anterior, e outra em frente à Praça do Rádio Clube.

Ontem, além dos seis veículos incendiados por Estevão, um caminhão foi queimado na frente da delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)