Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/03/2010 19:14

Homem pega 20 anos por enforcar e queimar prostituta

Campo Grande News/ Edivaldo Bitencourt

O Tribunal do Júri de Porto Murtinho condenou a 20 anos de reclusão em regime fechado Marcelino Alves Corrêa por ter enforcado e tear ateado fogo, após uma briga por R$ 50, em Viviane Aparecida Cáceres Franco, 18 anos. A sentença é do juiz Giuliano Maximo Martins. O julgamento aconteceu no dia 11 deste mês.

Corrêa matou Viviane no dia 7 de junho do ano passado. Conforme a denúncia do MPE (Ministério Público Estadual), ele e a vítima estavam tomando bebida alcoólica no bar Piringão. Em seguida, por R$ 20, ela aceitou fazer sexo com Marcelino.

No entanto, sob efeito do crack, ele teria percebido que sumiu R$ 50 de seu bolso. Ele usou as mãos para asfixiar a vítima, causando-lhe a morte. A promotora Isabella Albuquerque dos Santos, ele ainda usou uma tábua de cortar carne para bater a cabeça da vítima.

Após matar a mulher, ele ateou fogo no colchão. Segundo, teve parte do corpo que foi 90% queimada. Ele fugiu na bicicleta da vítima.

A sessão de julgamento durou quase 7 horas, tendo o corpo de jurados acolhido a tese do Ministério Público Estadual, que sustentou a condenação por homicídio triplamente qualificado.

Quanto aos crimes conexos, em concordância com pedido do MP e da defesa, houve absolvição do delito descrito no artigo 33, parágrafo 3º da Lei de Drogas. Os jurados, acolhendo tese defensiva, também absolveram o acusado quanto ao crime de furto e reconheceram a tentativa com relação à destruição de cadáver.

Da referida decisão cabe recurso, no prazo de cinco dias, tendo sido negado ao réu o direito de recorrer em liberdade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)