Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/09/2008 07:39

Homem é preso por falso testemunho contra candidato

Jefferson da Luz/Campo Grande News

Durante uma audiência ontem em Bonito a juíza Adriana Lampert decretou a prisão de Marcelo Ferreira Lima Neto, por falso testemunho contra o candidato a prefeito do município, José Arthur Soares, e contra o candidato a vereador Paulo Joel de Rezende.

Marcelo procurou a coligação “Por um Bonito mais Humano”, que é oposição a José Arthur, e entregou diversas gravações telefônicas e vídeos, onde os candidatos estariam, supostamente, comprando votos de eleitores. Em uma das gravações Paulo Joel estaria comprando o voto de uma dona de casa por R$ 30.

Segundo o delegado da Polícia Civil de Bonito, Roberto Gurgel de Oliveira Filho, Marcelo caiu em contradição por diversas vezes. “Ele não sabia dizer se tinha feito gravações telefônicas antes ou depois do encontro com os candidatos”, conta.

Grampo - De acordo com o delegado, Marcelo apresentou diversas gravações telefônicas. Ele explica que o homem grampeou o próprio telefone, e que isso não é considerado grampo. “Isso é apenas prova ilícita, ou seja, não tem valor perante à Justiça”, esclarece, acrescentando que a possibilidade de uma interceptação telefônica também está sendo investigada. “Neste caso sim é um crime, se for feita sem uma ordem judicial”.

Questionado sobre o porquê entregou as gravações para coligação de oposição, e não às autoridades competentes, Marcelo teria dito apenas que queria provar que há crime eleitoral em Bonito, que preferiu entregar as provas para a coligação adversária.

Conforme o delegado do caso, em época eleitoral muitas pessoas aparecem com “denuncismo” para tentar “queimar” a outra coligação.

Se condenado Marcelo pode pegar de um a três anos de prisão, conforme o Código Penal, e ainda ter de pagar multa. A juíza ainda não fixou a fiança, e Marcelo continua preso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)