Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/05/2005 05:03

Homem de MS recebe célula-tronco para evitar amputação

Aline dos Santos/Campo Grande News

Ramão Torres Martins, 49 anos, de Campo Grande, é um dos primeiros pacientes brasileiros a sentir ‘na pele’ os avanços da ciência quando se fala em uso de células-tronco.

Na último dia 11, ele passou por uma cirurgia pioneira: Foi o primeiro paciente no Brasil a receber implante de células-tronco para tentar evitar a amputação de um membro em função de uma trombose.

A cirurgia, realizada no Instituto de Doenças Cardiovasculares, em São José do Rio Preto (SP), tem 85% de chances de devolver a circulação para a perna esquerda de Ramão, que sofre de trombose arterial.

Segundo o cirurgião José Dalmo de Araújo, nestes casos o índice de amputação é alto. “Dois dedos já tiveram que ser amputados. Quando ele chegou, tinha 90% de chance de perder parte da perna, na altura do joelho”, lembra o médico.

José Araújo conta que foram retirados 500 mililitros de células-tronco da medula do paciente. “O material foi selecionado e depois, implantado em 40 pontos da panturrilha. O processo durou cerca de 6 horas”.

O médico explica que agora são necessárias de quatro a seis semanas para conferir se o implante das células-tronco conseguiu estimular a circulação sanguínea. “Nesse período, o acompanhamento é feito de forma constante através de marcadores tumorais e enzimas”, salienta.

O tratamento ainda não é pago pelo SUS (Sistema Único de Saúde), e quem quiser ter acesso a cirurgia deve desembolsar cerca de R$ 9 mil.

Para fazer o acompanhamento pós-operatório, Ramão deve ficar ao menos um mês em Rio Preto.

“Agora tenho que esperar para ver o resultado. Tenho consciência que a cirurgia é experimental, mas quando os tratamentos se extinguiram em Campo Grande resolvi arriscar”, ressalta Ramão.

Ele acrescenta que acredita na ciência e espera ter dado um novo alento para as pessoas que estejam na iminência de ter um membro amputado. “Espero que o tratamento dê certo, para que, em breve, mais pacientes possam se beneficiar dos avanços da medicina”, conclui.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)