Cassilândia, Sábado, 19 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

24/05/2014 09:02

Homem casado é preso por manter relação com menina de 12 anos

Campo Grande News

Policiais da DPCA (Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente) prenderam, nesta terça-feira (23), um homem, de 29 anos, acusado de estuprar uma menina de 12 anos no Jardim Centro-Oeste, em Campo Grande. A denúncia foi feita pela mãe e pela irmã da menor, que presenciou o momento em que ela entrou no carro do acusado.

De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, que está cuidando do caso, o homem confessou que matinha um relacionamento com a menina há seis meses. Apesar de falar que se relacionava com o acusado há dois meses, a adolescente confirmou que mantinha relações sexuais com ele, mas com seu consentimento. A mãe da menina não aceitava ver os dois juntos, por que o homem, além de ser mais velho, é casado e já teve outra esposa.

Segundo o delegado, ele morava com a ex-esposa próximo à casa da menor, e já mantinha um caso com ela. Assim que se separou da mulher, ele mudou do bairro, mas não se desfez da residência. O acusado casou com uma segunda esposa com quem morava em outro bairro. Questionado sobre o porquê matinha a casa no Jardim Centro-Oeste ele disse que deixava uns objetos guardados no local, por isso não vendeu o imóvel. Essa versão não convenceu a Polícia, que acredita que ele não tinha se livrado da casa, por que pretendia para usá-la como ponto de encontro com a menina.

Nesta sexta-feira, o homem abordou a menor na rua, e ela entrou no carro dele. A irmã dela, de 17 anos, viu o momento em que ela saía com o acusado, e seguiu os dois. Quando chegou à casa, a adolescente bateu na porta, o homem saiu e disse que a menina não estava. Desconfiada, ela contou para a mãe da menor, que rapidamente acionou a Polícia Militar.

Os policiais chegaram até o local, e encontraram a menina em cima da cama do acusado, mas com roupas. Os dois foram encaminhados à delegacia, onde confessaram o fato. Diante dos depoimentos, o delegado decidiu autuar o homem por crime de estupro de vulnerável, por que apesar da menina ter consentido as relações sexuais, a lei não permite que alguém maior pratique o ato com uma pessoa da idade dela.

A menor foi encaminhada para o IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para fazer o exame de corpo de delito. O acusado foi levado para a Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), onde aguarda a decisão do juiz de plantão, que está analisando o flagrante. Confirmado a veracidade do estupro, ele será encaminhado na segunda-feira (26) para o presídio da Capital.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 19 de Agosto de 2017
20:38
Para o fim de semana
10:00
Receita do dia
Sexta, 18 de Agosto de 2017
Quinta, 17 de Agosto de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)