Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/10/2006 12:20

Hoje, vários pontos da Capital estão na série

Bruna GirottoBruna Girotto

Hoje, vários pontos da Capital Morena estarão na série "Descobrindo Campo Grande/MS". Conheça cada um:

COMANDO MILITAR DO OESTE
(Fonte: Site do Exército Brasileiro)

A história do Comando Militar do Oeste-9ª Divisão de Exército se confunde com a própria história dos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, uma vez que remonta ao período de expansão das fronteiras do Brasil em direção ao Oeste.

A primeira tropa militar a entrar na Região Oeste do Brasil foi conduzida pelo Capitão-General Rolim de Moura Tavares no ano de 1748. Formada por uma Companhia de Dragões, o efetivo era responsável por guarnecer as novas fronteiras.

Posteriormente, o Capitão-General Mello e Cáceres iniciou a defesa das fronteiras contra incursões externas, criando os Fortes de Coimbra, Corumbá, Cáceres, e, depois, o Forte Príncipe da Beira, estabelecendo, assim, postos defensivos que favoreceram a ocupação e a manutenção de nossos limites territoriais. Ao longo dos anos de seu desenvolvimento o atual Comando Militar do Oeste recebeu as seguintes denominações: Governo das Armas da Província de Mato Grosso, 7º Distrito Militar, 13ª Região de Inspeção Permanente, Circunscrição Militar de Mato Grosso, 1ª Circunscrição Militar, 9ª Região Militar/9ª Divisão de Exército, CMO/9ª RM/DE e, finalmente, CMO-9ª DE.

Hoje, o Comando Militar do Oeste-9ª Divisão de Exército abrange uma área superior a um milhão de quilômetros quadrados, mantendo fronteiras com o Paraguai e Bolívia e englobando o Pantanal, considerado uma das mais ricas e cobiçadas reservas biológicas do mundo.

O CMO-9ª DE é constituído pela 9ª Região Militar, Grande Comando Administrativos situado em Campo Grande, capital sul-mato-grossense, e por três Grandes Unidades: 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (Dourados), 13ª Brigada de Infantaria Motorizada (Cuiabá/MT) e 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira (Corumbá).

O ambiente operacional desse Comando Militar de Área é um constante desafio à Força Terrestre, uma vez que a vegetação, o terreno e o clima da região possuem contorno diferenciados ao longo de toda a extensão territorial abrangida pelo CMO-9ª DE. Situação que exige, sempre, a flexibilidade da manobra e a manutenção da capacidade operacional da tropa compatível com as peculiaridades e diversidades locais encontradas.

Ciente da responsabilidade que possui, o Comando Militar do Oeste, tem a consciência de que conduz nos ombros não somente a missão constitucional que lhe é conferida, mas, sobretudo, o legado cívico e moral de sua gloriosa história, responsável pela manutenção desta rica e estratégica área de fronteira do Brasil.

PRAÇA DO RÁDIO CLUBE
(Fonte: Academia Sul-Mato-Grossense de Letras)

É um dos mais antigos espaços de lazer público da cidade, a área onde está situada essa Praça foi permutada em 1961 pela Prefeitura com a Diocese de Campo Grande para sua construção. Inaugurada em 26 de agosto de 1962, com o nome de Praça da República, em 1977 recebeu a denominação de Praça Ernesto Geisel e em 15 de outubro de 1997 passou a denominar-se Praça do Rádio Clube, hoje um centro de manifestações culturais ao ar livre.

IGREJA SÃO JOSÉ
(Fonte: Prefeitura Municipal de Campo Grande/MS)

A Paróquia São José brotou do oratório criado por Pe. João Crippa, em 1924. Iniciadas suas atividades, o pequeno grupo que ali se reúne passa à construir uma pequena capela, à qual os campo-grandenses darão o carinhoso nome de “capelinha”. A pedra fundamental da atual Igreja São José é lançada no dia 15 de Maio de 1938, e os trabalhos serão iniciados no ano seguinte. A instalação da paróquia, desmembrada da de Santo Antonio, acontece no dia 19 de Março de 1949.

O crescimento da cidade propicia a criação da diocese de Campo Grande. A posse do primeiro bispo, Dom Antonio Barbosa, ocorreu no dia 24 de Maio de 1958, na Igreja São José, instalando-se aí a catedral provisória. Esta situação permanecerá até a instalação definitiva da catedral na Igreja Santo Antonio, por ocasião da visita do Papa João Paulo II à cidade, em Outubro de 1991. O Santo Padre hospeda-se nos locais da Missão Salesiana de Mato Grosso, situada no mesmo quarteirão da Igreja São José, na circunscrição da paróquia. Sua vinda dará motivo para a realização de um evento religioso de enormes proporções: mais de 350 mil fiéis comparecem às cerimônias conduzidas pelo Sumo Pontífice.

Grande número de pessoas, especialmente trabalhadores em início e final de experiente, frequenta a igreja situada em um privilegiado ponto de confluência urbana. Em visão do significativo número de fiéis presentes às cerimônias religiosas, um tabelião é instalado, em frente à igreja, para transmissão das missas, sobretudo aos domingos. A paróquia sempre esteve aos cuidados de padres salesianos. Na igreja São José realizam-se atendimentos a famílias e prevenção ao aborto, e voluntários concedem ainda a atenção necessária aos meninos de rua recebidos na Casa de Dom Bosco. Na paróquia, grande atenção é dada a atividades de promoção humana.


LOCAL VISITADO PELO PAPA JOÃO PAULO II PARA CELEBRAÇÃO DE MISSA, EM 1991
(Fonte: Prefeitura e Câmara Municipal de Campo Grande/MS)

O Papa esteve em Campo Grande em 17 de outubro de 1991, para a celebração eucarística mais lembrada na história da Capital. O fato e o local ficaram marcados na memória de todos. Hoje, a Prefeitura Municipal está investindo R$1 milhão de reais para a construção do Memorial do Papa João Paulo II, que será entregue em março de 2007. A comunidade católica de Campo Grande terá a sua disposição um espaço com mais de 11 mil metros quadrados para missas campais e outras atividades programadas pelas centenas de paróquias existentes na cidade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)