Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

23/10/2006 12:20

Hoje, vários pontos da Capital estão na série

Bruna GirottoBruna Girotto

Hoje, vários pontos da Capital Morena estarão na série "Descobrindo Campo Grande/MS". Conheça cada um:

COMANDO MILITAR DO OESTE
(Fonte: Site do Exército Brasileiro)

A história do Comando Militar do Oeste-9ª Divisão de Exército se confunde com a própria história dos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, uma vez que remonta ao período de expansão das fronteiras do Brasil em direção ao Oeste.

A primeira tropa militar a entrar na Região Oeste do Brasil foi conduzida pelo Capitão-General Rolim de Moura Tavares no ano de 1748. Formada por uma Companhia de Dragões, o efetivo era responsável por guarnecer as novas fronteiras.

Posteriormente, o Capitão-General Mello e Cáceres iniciou a defesa das fronteiras contra incursões externas, criando os Fortes de Coimbra, Corumbá, Cáceres, e, depois, o Forte Príncipe da Beira, estabelecendo, assim, postos defensivos que favoreceram a ocupação e a manutenção de nossos limites territoriais. Ao longo dos anos de seu desenvolvimento o atual Comando Militar do Oeste recebeu as seguintes denominações: Governo das Armas da Província de Mato Grosso, 7º Distrito Militar, 13ª Região de Inspeção Permanente, Circunscrição Militar de Mato Grosso, 1ª Circunscrição Militar, 9ª Região Militar/9ª Divisão de Exército, CMO/9ª RM/DE e, finalmente, CMO-9ª DE.

Hoje, o Comando Militar do Oeste-9ª Divisão de Exército abrange uma área superior a um milhão de quilômetros quadrados, mantendo fronteiras com o Paraguai e Bolívia e englobando o Pantanal, considerado uma das mais ricas e cobiçadas reservas biológicas do mundo.

O CMO-9ª DE é constituído pela 9ª Região Militar, Grande Comando Administrativos situado em Campo Grande, capital sul-mato-grossense, e por três Grandes Unidades: 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (Dourados), 13ª Brigada de Infantaria Motorizada (Cuiabá/MT) e 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira (Corumbá).

O ambiente operacional desse Comando Militar de Área é um constante desafio à Força Terrestre, uma vez que a vegetação, o terreno e o clima da região possuem contorno diferenciados ao longo de toda a extensão territorial abrangida pelo CMO-9ª DE. Situação que exige, sempre, a flexibilidade da manobra e a manutenção da capacidade operacional da tropa compatível com as peculiaridades e diversidades locais encontradas.

Ciente da responsabilidade que possui, o Comando Militar do Oeste, tem a consciência de que conduz nos ombros não somente a missão constitucional que lhe é conferida, mas, sobretudo, o legado cívico e moral de sua gloriosa história, responsável pela manutenção desta rica e estratégica área de fronteira do Brasil.

PRAÇA DO RÁDIO CLUBE
(Fonte: Academia Sul-Mato-Grossense de Letras)

É um dos mais antigos espaços de lazer público da cidade, a área onde está situada essa Praça foi permutada em 1961 pela Prefeitura com a Diocese de Campo Grande para sua construção. Inaugurada em 26 de agosto de 1962, com o nome de Praça da República, em 1977 recebeu a denominação de Praça Ernesto Geisel e em 15 de outubro de 1997 passou a denominar-se Praça do Rádio Clube, hoje um centro de manifestações culturais ao ar livre.

IGREJA SÃO JOSÉ
(Fonte: Prefeitura Municipal de Campo Grande/MS)

A Paróquia São José brotou do oratório criado por Pe. João Crippa, em 1924. Iniciadas suas atividades, o pequeno grupo que ali se reúne passa à construir uma pequena capela, à qual os campo-grandenses darão o carinhoso nome de “capelinha”. A pedra fundamental da atual Igreja São José é lançada no dia 15 de Maio de 1938, e os trabalhos serão iniciados no ano seguinte. A instalação da paróquia, desmembrada da de Santo Antonio, acontece no dia 19 de Março de 1949.

O crescimento da cidade propicia a criação da diocese de Campo Grande. A posse do primeiro bispo, Dom Antonio Barbosa, ocorreu no dia 24 de Maio de 1958, na Igreja São José, instalando-se aí a catedral provisória. Esta situação permanecerá até a instalação definitiva da catedral na Igreja Santo Antonio, por ocasião da visita do Papa João Paulo II à cidade, em Outubro de 1991. O Santo Padre hospeda-se nos locais da Missão Salesiana de Mato Grosso, situada no mesmo quarteirão da Igreja São José, na circunscrição da paróquia. Sua vinda dará motivo para a realização de um evento religioso de enormes proporções: mais de 350 mil fiéis comparecem às cerimônias conduzidas pelo Sumo Pontífice.

Grande número de pessoas, especialmente trabalhadores em início e final de experiente, frequenta a igreja situada em um privilegiado ponto de confluência urbana. Em visão do significativo número de fiéis presentes às cerimônias religiosas, um tabelião é instalado, em frente à igreja, para transmissão das missas, sobretudo aos domingos. A paróquia sempre esteve aos cuidados de padres salesianos. Na igreja São José realizam-se atendimentos a famílias e prevenção ao aborto, e voluntários concedem ainda a atenção necessária aos meninos de rua recebidos na Casa de Dom Bosco. Na paróquia, grande atenção é dada a atividades de promoção humana.


LOCAL VISITADO PELO PAPA JOÃO PAULO II PARA CELEBRAÇÃO DE MISSA, EM 1991
(Fonte: Prefeitura e Câmara Municipal de Campo Grande/MS)

O Papa esteve em Campo Grande em 17 de outubro de 1991, para a celebração eucarística mais lembrada na história da Capital. O fato e o local ficaram marcados na memória de todos. Hoje, a Prefeitura Municipal está investindo R$1 milhão de reais para a construção do Memorial do Papa João Paulo II, que será entregue em março de 2007. A comunidade católica de Campo Grande terá a sua disposição um espaço com mais de 11 mil metros quadrados para missas campais e outras atividades programadas pelas centenas de paróquias existentes na cidade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)