Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/07/2011 08:13

Histórias da Vida: O amor é eterno

Terezinha Tagliaferro, de Malta

Quase sempre que me é possivel ouço o Momento Espirita da Radio Patriarca.Palavras que transmitem bons ensinamentos podem ser escutadas sem depender a que religiao pertença, eu penso.
Sendo assim, outro dia, o assunto era sobre quando perdemos o nosso amor, que partiu para outra vida, o qual continua ligados a nos numa dimensao diferente.
Como isto é uma grande realidade, pois aconteceu comigo, decidi contar a minha experiencia.
Quando meu marido ficou doente em 1999, e o médico lhe disse que haveria apenas mais 5 anos de vida ele manifestou o desejo de passar os seus ultimos dias no Brasil, exatamente em Cassilandia.Como eu tinha uma loja de artesanato e ele me ajudava muito nas horas livres, em vista da situaçao, decidimos de comum acordo de fechar a loja.Entao, fomos até o departamento do VAT ( que cuida de um tipo de taxas) para encerrar tudo e entregar os livros de notas.
Eu, de livros de notas nao entendia nada porque eu apenas trabalhava e o Fred cuidava das vendas e dos livros, etc.....
Depois aconteceu tudo o que deveria acontecer.Eu so fui reabrir a loja em 2007.Fui também no tal departamento e naquele ano mudaram o tipo de livros de notas e me deram dois blocos.Foi tudo muito dificil pra mim recomeçar sozinha, mas com a graça de Deus, a boa vontade e o desejo de trabalhar, tudo foi superado.
Este ano recebi umaa circular do tal departamento que devido a uma nova lei do governo os \\\"livros de notas \\\" nao seria mais usado e que deveriamos devolver todos.
Ao receber tal aviso ja me preocupei porque esse departamento fica numa cidade que nao conheço muito bem as ruas, entao nao vou de carro, preciso pegar dois onibus pra chegar até la.
Para minha sorte, como tenho uma cunhada que também deveria devolver esses livros e ia pra la aproveitei a carona e fiquei toda feliz por resolver logo a questao.E la fui eu com minha cunhada e seu marido.
Quando chegou na minha vez,pra minha surpresa, o funcionario me disse : \\\" Senhora, esta faltando dois livros.\\\" Eu disse que nao, que havia recebido apenas dois bolcos.Entao, o funcionario me entregou um papel dizendo: \\\" Senhora, aqui esta tudo explicadinho, os livros que faltam, o numero do VAT, a numeraçao, etc....Procura em casa e se a senhora nao encontrar nem os livros e nem os recibos que eles foram entregues sera preciso ir até o cartorio, fazer juramento e atestar pelo juiz que foram perdidos e trazer esse documento aqui.\\\"
Sai de la atordoada, sem saber o que fazer.Pra mim tudo aquilo significava despesas de gasolina, de tempo e de dinheiro,mas tentei raciocinar.Nao me recordava nada daquele tempo do Fred, de como foram feitas as coisas.Entao, pensei....vou tentar ficar calma.Hoje ainda é quinta-feira...no inicio da proxima semana resolvo essa situaçao.Mesmo assim, era um sufoco na minha cabeça, batia como um martelo o tal problema sem uma soluçao.
Ai, comecei a pensar e pedir: \\\" Bem,( era meu costume chama-lo assim) voce poderia me ajudar, né? Me faz recordar o que aconteceu? E assim fui martelando sexta- feira, sabado e domingo.
No domingo de madrugada, de repente acordei fora de hora e movida por uma força estranha,me dirigi até o arquivo onde estao os documentos de Imposto de Renda.Eu pensava....mas isto nao pode estar aqui, tem conexao, mas é outro departamento.E a tal força me impelia pra eu abrir.Comecei a verificar tudo, partindo do ano 2011 e fui descendo....Quando cheguei em 99...estavam ali todos os recibos,amarelados pelo tempo.Mesmo assim fiquei mais confusa ainda e demorei pra entender o que tinha acontecido.
Veja bem, o Fred também tinha livros desse departamento, mas com outro numero de VAT.Depois de verificar bem entendi tudo: Eles misturaram os livros meus com o do Fred e fizeram uma confusao digna de quem trabalha la.
Olha, conforme ia lendo os recibos ia chorando de tanta emoçao e a felicidade de sentir o Fred do meu lado.
Ao mesmo tempo senti tanta raiva de precisar voltar la, enfrentar dois onibus e tanto calor sem ter culpa de nada.
O importante é que tinha tudo nas maos.Na segunda-feira la fui eu novamente.Cheguei la as 13h e so abria as 14h.No inicio achei uma sombra, onde me abrigar, mas depois foi chegando gente, a fila foi aumentando e precisei segurar meu lugar e ficar no sol.Quando a porta abriu ja tinha umas 40 pessoas.
La chegando expliquei para o funcionario e ele como nao conseguiu entender nada, pois tamanha era a confusao que eles tinham feito, logo foi gritando:
\\\" Senhora, precisa me trazer os livros.\\\" Ai, eu perdi a paciencia e também gritei: Como posso fazer isso se os livros ja estao aqui desde 1999.Quando ele ouviu a data, me levou para uma outra sala, la nos fundos, onde tinha um funcionario no computador.Ele anotou tudo e ficou de me enviar os recibos que por sinal ja vieram e os conservo muito bem.
Quando vi como o funcionario trabalhava, percebi que nao adiantava falar o que tinha vontade , apenas lhe disse: Da proxima vez presta mais atençao pra que eu nao tenha que enfrentar tantos problemas pra vir até aqui sem necessidade.

Terezinha Tagliaferro

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)