Cassilândia, Terça-feira, 28 de Março de 2017

Últimas Notícias

07/12/2004 08:58

História: o dia em que a Seleção ficou sem intervalo

CBF News

João Saldanha foi treinador da Seleção Brasileira de 7 de abril de 1969 (vitória de 2 a 1 em um amistoso contra o Peru) ao dia 8 de março de 1970 (vitória também por 2 a 1 em amistoso contra Argentina). Substituiu Aymoré Moreira para montar o time que disputaria as Eliminatórias da Copa do Mundo de 1970 e, na primeira convocação que fez, inovou ao escalar o time titular: Félix, Carlos Alberto, Djalma Dias, Joel e Rildo; Piazza e Gérson; Jairzinho, Tostão, Pelé e Edu.

Na escalação das 11 feras do Saldanha, como foi veiculado no noticário da época, o treinador aproveitou a base do Santos (Carlos Alberto, Djalma Dias, Joel, Rildo, Pelé e Edu), completando o time com Tostão e Piazza (Cruzeiro), Félix (Fluminense), Gérson (São Paulo) e Jairzinho (Botafogo).

O Brasil estreou nas Eliminatórias no dia 6 de agosto de 1969, em Bogotá, vencendo a Colômbia por 2 a 0, no Estádio El Campin, com dois gols de Tostão. O adversário seguinte, quatro dias depois, foi a fraca Venezuela, em partida marcada para o Estádio Olímpico.

A diferença técnica entre os dois times era muito grande, o que apontava para uma vitória de goleada do Brasil. Só que o time não conseguiu se encontrar no primeiro tempo, jogou um futebol abaixo de suas possibilidades, e por isso a expectativa de muitos gols se viu frustrada no 0 a 0 com que o jogo se encerrou na primeira fase.

Á beira do campo, furioso com a atuação da equipe, João Saldanha esperava impaciente que os jogadores se dirigissem ao vestiário. Quando isso aconteceu, encontraram a porta fechada - as chaves estavam mas mãos de Saldanha, que foi logo gritando.

- Não vou dar instrução nenhuma. Para jogar esse futebolzinho que vocês jogaram, nem adianta. Voltem lá e façam o que vocês sabem!

Os jogadores reagiram. Argumentando que precisavam beber água, utilizar o banheiro, insistiram para Saldanha abrir o vestiário.

- Não tem água, não tem nada! No vestiário niguém entra - falou Saldanha.

O time voltou direto para o campo, como confirma o capítão Carlos Alberto Torres.

- Ele não abriu mesmo, apesar dos pedidos. Ainda disse que os venezuelanos não jogavam nada e que a gente tinha obrigação de vencer por goleada.

Foi o que aconteceu. A Seleção Brasileira passou a dar show de bola, foi marcando um gol atrás do outro e terminou o jogo goleando por 5 a 0. Tostão (15m), Pelé (25m), Tostão (28 e 31m) e Pelé (33m) marcaram os gols do Brasil que terminou as Eliminatórias para a Copa de 70 de maneira invicta. Venceu depois o Paraguai (3 a 0), em Assunção, e no seundo turno a Colômbia (6 a 2), Venezuela (6 a 0) e o Paraguai (1 a 0), os três jogos no Maracanã.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Março de 2017
Domingo, 26 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)