Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/04/2012 10:13

Historia de Vida Comum - A curta vida de Aléxia

Terezinha Tagliaferro, de Malta

Aléxia tem apenas 16 anos, é italiana, unica filha.Sua mae trabalha numa empresa solida e importante.

Um certo dia, num sorteio feito pela empresa Aléxia ganha uma bolsa de estudos e poderia escolher o pais que desejava ir estudar por um ano.

Ela pensou bem e decidiu ir para o Equador justamente por ser um pais muito pobre.Seu pai ficou muito preocupado,achando que a filha nao tinha a maturidade exigida para cumprir essa tarefa, o que é uma coisa normal, pois aos olhos dos pais, os filhos continuam sempre pequenos.

Aléxia partiu e enviava varios e-mails para a familia, nos quais contava como passava seus dias e sua nova experiencia de vida.Além de estudar ela ia ajudar num orfanato dirigido pelas religiosas do Sagrado Coraçao, uma congregaçao italiana.Ela gostava demais das crianças e nao se conformava com tanta miséria e com tanto sofrimento .Entao, ela dizia aos pais que o objetivo dela era estudar pra poder retornar la e poder fazer alguma coisa de concreto para que aquelas crianças progredissem.

Passaram-se alguns meses e a familia recebe uma noticia que a filha estava hospitalizada, muito mal. Os pais imediatamente partem para o Equador e la chegando constataram que a situaçao era pior do que eles imaginavam, ela teve um choque anafilatico e estava na UTI.Os pais ficaram desesperados, mas o que fazer? Rezar e esperar, dar tempo ao tempo.Apos algum tempo, ela sarou.O pai voltou pra Italia e ela ficou mais alguns dias, preparando tudo pra retornar com a mae.

Foi um retorno tragico, o aviao decolou e logo apos pegou fogo, nao salvando ninguém.Sendo assim voces podem imaginar a situaçao do pai, perder a esposa e a filha ao mesmo tempo.No inicio ficou desesperado, mas Jesus nao desiste de ninguém e aos poucos vai iluminando e doando resignaçao e paz.Porém, ele precisava de se agrapar a alguma coisa pra ter uma nova razao de vida e assim ele decidiu de adotar os mesmos objetivos da filha e lutar por aquilo que era a vontade dela.

Entao ele tentou ajudar uma organizaçao no Equador, mas nao encontrou nenhuma que se dedicasse exclusivamente a crianças, pois este era o desejo da filha.Depois ele decidiu entrar em contato com a congregaçao de religiosas que a filha sempre mencionava nas suas cartas e assim descobriu que essa congregaçao tinha o objetivo de construir uma creche no Burundi.

Ele ficou um pouco triste porque queria no Equador, mas enfins, pensou ele, estarei ajudando alguém do mesmo jeito e ficava em conflito consigo mesmo pensando .....” sera que minha filha vai gostar do que estou fazendo?

Pois bem, a superiora do convento disse pra ele que no fim daquele mes tinha uma religiosa que estaria partindo como missionaria para o Burundi e que assim sendo ela poderia levar o cheque que ele havia doado para ajudar na construçao da creche , e para a qual daria o nome de “ Casa Aléxia “.

O sr. Joaquim, este era o nome do pai de Aléxia, foi até o convento levar o cheque.Ali chegando, a superiora muito gentilmente o convidou pra conhecer a tal missionaria.Quando lhe foi apresentada ele quase desmaiou pela surpresa.Era a mesma religiosa que visitava sempreda filha dele no hospital, quando ela estava doente.

Diante deste fato ele ficou feliz porque entendeu que nada acontece por acaso.Esta coincidencia lhe dizia uma so coisa: “ Ele tinha certeza que a filha estava feliz com a decisao dele.” E ele chorou de tanta felicidade.A partir de entao, ele continua trabalhando pela organizaçao, ajudando muitas crianças a ter um futuro mais roseo e feliz.

Desta historia cada um pode tirar suas proprias conclusoes, mas uma coisa é certa.Nada acontece por acaso.Deus tem um plano pra cada um de nos e feliz daquele que consegue ler nas entrelinhas do sofrimento e decifrar qual é o plano que Deus traçou na sua vida.

Nada mais concreto do que a frase: “ Deus escreve certo por linhas tortas”.

Que Jesus o abençoe.



Terezinha de Jesus Tagliaferro

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)