Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/12/2006 07:02

Heloísa recebe o apoio de 35 senadores em sua despedida

Agência Senado

Heloísa recebe o apoio de 35 senadores em sua despedida do SenadoA senadora Heloísa Helena (PSOL-AL) recebeu o apoio e a solidariedade de um grande número de senadores - 35 apartes - em sua despedida nesta quarta-feira (13), da tribuna do Senado. Por ter concorrido à eleição para presidente da República e ficado sem mandato eletivo, ela disse que vai voltar para Alagoas, onde pretende lecionar na Universidade Federal do estado. A senadora mal conseguiu fazer um pronunciamento formal, uma vez que, muito emocionada, chorou durante quase três horas diante de apartes elogiosos que lhe fizeram seus pares, a maioria lamentando sua saída do Senado e enaltecendo sua coragem e determinação.

A senadora só conseguiu se pronunciar ao final do seu tempo de discurso. E usousua retórica para criticar "os mercenários bárbaros, contra quem lutei durante quase toda minha vida política, enfrentando o ódio e até ameaças de morte".

- Eu, às vezes, não acreditava que iria ter forças para enfrentar. Mas o amor pela humanidade me motivou - disse, referindo-se à campanha política para a presidente da República.

Heloísa começou seu discurso agradecendo aos senadores e aos funcionários do seu gabinete e aos demais servidores do Senado pela colaboração e pela convivência, quando começou a chorar. Foi aparteada pelo senador Jefferson Péres (PDT-AM), que fez sua intervenção de pé, "para participar de uma despedida que nunca me comoveu tanto", conforme fez questão de frisar. Em seguida foi o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) que, ressaltando sua admiração pela senadora, disse que "ela foi capaz de se imolar por suas convicções".

Outros senadores, como Romeu Tuma (PFL-SP), lembraram as adversidades que Heloísa enfrentou na sua trajetória no Senado. Para Tuma, a senadora "honrou a campanha presidencial". O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) destacou a convivência que tiveram na bancada do PT e elogiou o PSOL, partido fundado pela senadora.

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), assinalou que, logo que conheceu a senadora, percebeu que nos seus momentos mais exaltados "havia a mais profundaindignação". Para Magno Malta (PL-ES) ela "encarnou a luta pelos menos favorecidos, votando contra leis injustas". A senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO) disse que Heloísa "leva o respeito de todas as mulheres, inclusive daquelas que trabalharam com ela no Senado ".

João Batista Motta (PSDB-ES) comentou sobre a calça jeans e a blusa branca, costumeira indumentária da senadora, que, segundo ele, "o Brasil jamais esquecerá". A senadora Patrícia Saboya (PSB-CE) leu trechos da música Índios do compositor Renato Russo, que fala sobre a utopia de um mundo melhor; e o senador Gilberto Mestrinho (PMDB-AM) classificou Heloísa como "a defensora dos filhos da pobreza". Por sua vez, o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) considerou que Heloísa tem um conjunto de qualidades e capacidade política "que explicam o fenômeno que foi no Senado".

O senador Sérgio Guerra (PSDB-PE) enalteceu a coerência ideológica de esquerda da senadora. Já o senador Mão Santa (PMDB-PI) comparou Heloísa às grandes mulheres virtuosas citadas na Bíblia e elogiou o combate da senadora "à política que favorece os banqueiros".

O senadorPedro Simon (PMDB-RS), um dos últimos aparteantes, sugeriu que Heloísa continue sua luta política percorrendo o Brasil.Ele disse que ela "demonstra a ansiedade do povo brasileiro em ter confiança em alguém". O senador Delcídio Amaral (PT-MS) disse que "Heloísa tem uma folha de serviços prestados à democracia e à decência".

Os senadores Heráclito Fortes (PFL-PI), José Agripino (PFL-RN), Sérgio Arns (PT-PR), Osmar Dias (PDT-PR), Ney Suassuna (PMDB-PB), Augusto Botelho (PT-AP), Válter Pereira (PMDB-MS), Romero Jucá (PMDB-RR), Efraim Moraes (PFL-PB), Almeida Lima (PMDB-SE), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Alberto Silva (PMDB-PI), Wellington Salgado (PMDB-MG), Paulo Paim (PT-RS), José Jorge (PFL-PE), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Antero de Barros (PSDB-MT), Delcidio do Amaral (PT-MS) e Eduardo Azeredo (PSDB-MG) também manifestaram solidariedade à senadora que se despedia.

Falaram ainda os senadoresMozarildo Cavalcanti (PTB-RR) e José Maranhão (PMDB-PB), lamentando a ausência da senadora na próxima legislatura. Ao final, o presidente Renan Calheiros disse que, além de a admiração pela senadora ser uma unanimidade entre os senadores, "o Senado nunca mais será o mesmo depois de sua passagem pela Casa".



Domingos Mourão Neto / Repórter da Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)