Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/01/2011 17:14

Helicóptero do Exército cai em Nova Friburgo

Isabela Vieira, Agência Brasil

Nova Friburgo - A queda de um helicóptero do Exército no campo da Ceasa, na zona rural de Nova Friburgo, foi vista por agricultores e voluntários que ajudam no socorro às vítimas da tragédia da região serrana do Rio de Janeiro – devastada por fortes chuvas e avalanches de terra na semana passada. O acidente não provocou mortes entre a tripulação e os passageiros, segundo nota divulgada pelo Comando Militar do Leste.



\"Ouvimos a aeronave com barulho estranho e observamos que estava fora de eixo. Aí, ela embicou e caiu no monte de esterco\", contou o motorista Leonildo Ferreira, 40 anos. Ele estava descarregando hortaliças de um caminhão, quando, por volta das 13h, avistou o helicóptero, modelo Esquilo, desgovernada.



Leonildo disse que viu pelo menos uma pessoa sair da aeronave com o rosto machucado. Ele não soube informar quantas pessoas estavam no helicóptero. Todas foram atendidos pela Samu, que estava na Ceasa, de onde parte para socorrer vítimas dos temporais. O centro de abastecimento concentra a ajuda para a população à beira da RJ-130, um dos locais mais atingidos pelas chuvas da semana passada.



\"A gente só viu o helicóptero caindo de qualquer jeito. Nem acreditamos\", afirmou uma mulher que estava na Ceasa pegando mantimentos.



O capitão do Exército Eduardo Ferreira, que estava em outro helicóptero, em Teresópolis, foi acionado para socorrer os colegas. Porém, a situação já estava resolvida quando ele chegou ao local. \"Achamos a área de pouso, mas a tripulação e os civis que estavam a bordo já tinham sido levados para o hospital.\"



O Comando Militar do Leste confirmou, em nota, o acidente. O aeronave, segundo o comunicado, era usada no apoio às vitimas das chuvas.



Os helicópteros das Forcas Armadas são o único meio de transportar médicos, remédios e mantimentos às populações que estão isoladas na região serrana em consequências dos temporais.



Edição: João Carlos Rodrigues

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)