Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/09/2012 17:36

‘Hebe Camargo optou por morrer em casa’, diz médico

Hebe Camargo foi diagnosticada com um câncer no peritônio (membrana que envolve o interior do abdômen), um tipo raro, em janeiro de 2010. Segundo o médico Sérgio Simon, que cuidou dela, o estado de saúde da apresentadora piorou muito nos últimos seis meses, especialmente há uma semana. Ela chegou a fazer três cirurgias que não foram divulgadas na imprensa para preservá-la.
- O estado de saúde veio piorando e foram duas grandes cirurgias e uma menor nesse período. Ela esteve muitas vezes no Einstein (Hospital Israelita Albert Einstein) em São Paulo, mas não registrávamos sua entrada - contou o especialista que está em Viena, na Áustria.
Ele também contou que há uma semana o estado de saúde ficou ainda mais crítico, e a alimentação estava sendo feita por via venosa (soro).
- Foi uma escolha dela, dos médicos e da família de ficar em casa nesse momento. A Hebe queria ir o mínimo possível ao hospital - afirmou.
Segundo o doutor Simon, o único período em que a apresentadora não foi submetida à quimioterapia foi de julho de 2010 a abril de 2011.
- As sessões de quimioterapia foram adaptadas à idade e ao estado de saúde dela, mas avalio que ela teve uma boa sobrevida com 2 anos e nove meses bem vividos, em sua maioria viajando para o Rio de Janeiro, Salvador e outros lugares – disse o médico.
Esse tipo de câncer não costuma apresenta qualquer sintoma durante um longo período de tempo. Quando os sintomas ocorrem são perda de apetite, inchaço no abdômen, dor abdominal, constipação ou diarreia e necessidade de urinar com frequência. Segundo o especialista, cinco em cada cem mulheres são acometidas pela doença, a maioria com idade avançada.

Matéria de autoria da jornalista Diana Figueiredo, do jornal Extra

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)