Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/04/2008 15:57

Hanseníase: Decreto prevê 12 integrantes em comissão

Agência Brasil

Brasília - O governo publicou, nesta semana, alteração do decreto nº 6168 de 2007, que regulamenta a pensão especial concedida a pessoas com hanseníase e que foram isoladas pelo Estado brasileiro, em hospitais colônias, até 31 de dezembro de 1986.

A alteração estabelece que o número de funcionários que avalia os requerimentos seja aumentado. A Comissão Interministerial de Avaliação da Secretaria Especial dos Direitos Humanos antes contava com quatro titulares e quatro suplentes, sendo um representante por ministério: Saúde, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Previdência Social e Planejamento. Agora, a comissão passa a ter mais três representantes de cada ministério, aumentando para 12 o número de integrantes.


De acordo com a assessora da comissão, Sueli Dias, o pedido para alteração no decreto foi feito pelos próprios integrantes depois da crescente demanda de requerimentos para receber a pensão. “Em princípio, a gente esperava entre 3.500 a 4.000 requerimentos. Mas, de dezembro de 2007 a janeiro deste ano, já havíamos recebido 8 mil requerimentos. Com mais integrantes, esperamos que, até o fim do ano, tenhamos analisado, pelo menos, 70% desses requerimentos”, estimou Sueli.


A pensão, no valor de R$ 750,00 mensais, é vitalìcia. O benefício é concedido somente para pessoas que sofreram isolamento entre a década de 20 até dezembro de 1986. “Essa pensão não é para todas as pessoas que tem hanseníase hoje no Brasil”, alertou a assessora da comissão.


No período abrangido pela norma, pessoas com diagnóstico de hanseníase eram obrigadas a se isolar ou a se internar em hospitais-colônias, para evitar o contato com outras pessoas. Após o período de confinamento obrigatório, algumas pessoas tentaram se reinserir na sociedade, porém o preconceito impediu essa integração e muitas decidiram voltar para as antigas colônias, que se transformaram em vilas residenciais.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)