Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

27/04/2008 15:57

Hanseníase: Decreto prevê 12 integrantes em comissão

Agência Brasil

Brasília - O governo publicou, nesta semana, alteração do decreto nº 6168 de 2007, que regulamenta a pensão especial concedida a pessoas com hanseníase e que foram isoladas pelo Estado brasileiro, em hospitais colônias, até 31 de dezembro de 1986.

A alteração estabelece que o número de funcionários que avalia os requerimentos seja aumentado. A Comissão Interministerial de Avaliação da Secretaria Especial dos Direitos Humanos antes contava com quatro titulares e quatro suplentes, sendo um representante por ministério: Saúde, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Previdência Social e Planejamento. Agora, a comissão passa a ter mais três representantes de cada ministério, aumentando para 12 o número de integrantes.


De acordo com a assessora da comissão, Sueli Dias, o pedido para alteração no decreto foi feito pelos próprios integrantes depois da crescente demanda de requerimentos para receber a pensão. “Em princípio, a gente esperava entre 3.500 a 4.000 requerimentos. Mas, de dezembro de 2007 a janeiro deste ano, já havíamos recebido 8 mil requerimentos. Com mais integrantes, esperamos que, até o fim do ano, tenhamos analisado, pelo menos, 70% desses requerimentos”, estimou Sueli.


A pensão, no valor de R$ 750,00 mensais, é vitalìcia. O benefício é concedido somente para pessoas que sofreram isolamento entre a década de 20 até dezembro de 1986. “Essa pensão não é para todas as pessoas que tem hanseníase hoje no Brasil”, alertou a assessora da comissão.


No período abrangido pela norma, pessoas com diagnóstico de hanseníase eram obrigadas a se isolar ou a se internar em hospitais-colônias, para evitar o contato com outras pessoas. Após o período de confinamento obrigatório, algumas pessoas tentaram se reinserir na sociedade, porém o preconceito impediu essa integração e muitas decidiram voltar para as antigas colônias, que se transformaram em vilas residenciais.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)