Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

27/08/2005 07:47

Hábitos saudáveis são capazes de conservar a aparência

Agência Notisa

Cirurgia plástica pode ser adiada com mudanças na dieta e a prática de exercícios físicos. Segundo especialistas, cumplicidade entre médico e paciente é fundamental para o sucesso do procedimento.



O envelhecimento preocupa homens e mulheres cada vez mais cedo. É crescente o número de jovens que buscam manter uma vida saudável pensando no futuro. Os avanços nas técnicas de cirurgia plástica também podem atenuar ou reparar os efeitos da idade, sem que o paciente perca sua expressão facial ou os contornos originais da silhueta. Cirurgiões plásticos reuniram-se para debater o tema em mesa redonda intitulada Cirurgia Plástica e Envelhecimento no último dia do 43º Congresso Científico do HUPE, realizado no Hospital Universitário Pedro Ernesto (UERJ), no Rio de Janeiro.



Na opinião de Cláudio Cardoso de Castro, cirurgião e professor da UERJ, o sucesso de uma cirurgia plástica depende de diversos fatores, entre eles alimentação, saúde geral do paciente, fatores hereditários e idade. “Não podemos esperar que uma paciente de 70 anos, submetida a uma intervenção cirúrgica, tenha o mesmo resultado quando a técnica é aplicada em uma mulher de 40 anos. O procedimento também deve ser personalizado, respeitando e preservando os contornos naturais do paciente”, disse. “É preciso objetivar um resultado mais próximo do natural possível. O sucesso do procedimento está em olhar para alguém que foi submetido a uma cirurgia plástica e não ser capaz de notar. Um paciente satisfeito com o resultado de uma cirurgia afetará apenas mais um a favor do procedimento cirúrgico. No entanto, aquele que sai insatisfeito é capaz de influenciar cem pessoas quanto à mesma técnica”, ressaltou Cardoso de Castro.



Para Ronaldo Pontes, cirurgião plástico e professor da UERJ, “novas técnicas permitem que as cicatrizes diminuam cada vez mais. No entanto, o paciente deve estar ciente de que a qualidade da cirurgia não pode ser afetada com este objetivo”. Atualmente, em cirurgias para corrigir problemas estéticos no abdômen, a paciente veste um biquíni, para delinear os pontos de secção cirúrgica. “Assim temos idéia do local de preferência da cicatriz, respeitando a individualidade de cada corpo”, afirmou o médico. No caso de flacidez nas costas, Pontes orienta as pacientes, já que causa uma cicatriz visível.



Para o cirurgião plástico Ivo Pitanguy, o médico deve orientar o paciente para que ele não espere um resultado inalcançável. “Alguns pacientes vêem o cirurgião como um mago, capaz de tudo. Isso é muito perigoso. O sucesso da cirurgia depende de um misto de cumplicidade e criatividade entre o médico e o paciente”, declarou. O cirurgião ressalta que as estruturas funcionais devem ser preservadas sempre, como abrir e fechar os olhos normalmente. Também é preciso atenção para não lesionar nervos. “Na região do pescoço, por exemplo, preferimos recolocar o músculo no lugar a cortá-lo”, disse Pitanguy.



Substâncias injetáveis têm sido amplamente utilizadas para preencher sulcos na face ou promover uma rigidez muscular capaz de reduzir rugas e linhas de expressão. Pitanguy alerta para possíveis complicações. “O ácido hialurônico e a toxina botulínica, quando bem aplicados, produzem efeitos satisfatórios. O colágeno só deve ser aplicado após um teste prévio, e o preenchimento com gordura só é recomendado em alguns casos”, explicou. Para ele, a ginástica facial produz bons resultados, mas é preciso paciência. “Os exercícios devem ser feitos corretamente e na freqüência indicada, o que dificulta o sucesso no caso de pacientes indisciplinados”, disse.



O envelhecimento produz efeitos aparentes e também silenciosos, que só serão percebidos com o passar do tempo. Para Peter Bela Fodor, presidente da Associação Americana de Cirurgia Estética, a prevenção ainda é a melhor forma de manter a aparência jovem e saudável. “Ninguém morre de idade avançada, mas das complicações produzidas por ela. Com o tempo, órgãos e sistemas do corpo são afetados por doenças crônicas. Mas é possível envelhecer de forma consciente e saudável”, declarou o cirurgião. Altas taxas de glicose no sangue aceleram o processo de envelhecimento. De acordo com o médico, para promover o envelhecimento com saúde é preciso modificar os fatores de risco. Manter uma dieta com baixa quantidade de açúcar, aumentar o consumo de gorduras provenientes de peixe, azeite e amêndoas, evitar gordura de origem animal e praticar exercícios podem adiar ou até mesmo evitar doenças e uma futura cirurgia estética. Os benefícios se refletem na aparência e na saúde geral do paciente ao longo do tempo“, afirmou Peter.



Agência Notisa (jornalismo científico – science journalism)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)