Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/03/2008 08:05

Guerra do ICMS virou "anarquia", diz Bernard Appy

Paulo Montoia/ABr

São Paulo - É preciso acabar com a guerra fiscal de redução generalizada do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) entre os estados do país porque “ela, hoje, não está mais funcionando como instrumento de desenvolvimento das áreas menos desenvolvidas do país, já que efetivamente os estados mais ricos também estão fazendo guerra fiscal, e porque ela está gerando uma situação de anarquia tributária”.

Foi o que afirmou o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, ao defender diante de empresários paulistas a discussão e aprovação do projeto de reforma tributária enviado ao Congresso na semana passada. Ele visitou a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O secretário situou a guerra fiscal entre os estados como uma das “distorções mais importantes a serem corrigidas” pela reforma. Disse que a disputa gera uma insegurança futura às empresas, pois não há garantia de que a redução de impostos obtida junto ao governo do seu estado em determinado momento seja melhor do que aquela que será concedida a seguir a concorrentes de outro estado.

Ele afirmou que a guerra fiscal também cria insegurança jurídica em relação ao passado. “Há inclusive vários casos determinando a cobrança retroativa do imposto que deixou de ser pago pelas empresas. Isso é uma bagunça total. O Supremo Tribunal Federal toma uma decisão, os estados mudam a legislação para escapar de uma decisão do Supremo. Ele manda cobrar retroativamente, os estados têm aprovado legislações proibindo cobrança retroativa do imposto. Só que essas legislações vão cair também no Supremo”.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)