Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/09/2014 12:48

Guarda municipal salvou a vida de bebê de dez meses que se afogava em piscina

Renan Nucci, Campo Grande News
Imagem mostra guarda prestando os primeiros socorros à vítima. (Foto: Divulgação)Imagem mostra guarda prestando os primeiros socorros à vítima. (Foto: Divulgação)

Responsável por prestar os primeiros socorros à menina de dez meses que se afogava em uma piscina de plástico na favela Cidade de Deus, na região do Bairro Dom Antônio, o guarda municipal Kelson Correa Macedo, 31 anos, diz que se emocionou bastante com o caso. O episódio aconteceu na sexta-feira da semana passada, em Campo Grande.

A mãe da criança, uma adolescente de 17 anos, colocou a menina em um andador dentro da piscina de plástico e entrou no barraco para preparar o almoço, por volta do meio-dia. Ela ouviu um barulho estranho vindo de fora e ao sair para verificar, viu que o andador havia tombado e que a filha estava se afogando.

Desesperada, ela tirou a menina da água e saiu gritando por ajuda. Kelson estava em uma base móvel montada a cerca de 100 metros do local e ouviu o tumulto. Ele conta que se deparou com a vítima em um estado bastante crítico. “Ela estava inchada, com a pele roxa, pois havia ingerido muita água”, disse.

O guarda rapidamente colocou em prática o treinamento que recebeu. “Eu peguei a criança no coloco e a coloquei de bruços sobre um dos meus braços; ela estava com o pulso baixo. Em seguida comecei a pressionar as costas e ela aos poucos começou a vomitar, liberando a água que havia engolido. Depois, foi recuperando a consciência, começou a respirar melhor e a chorar”, explica.

Após prestar os primeiros socorros, ele colocou a menina em uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que a levou para a Santa Casa. Mais tarde, recebeu a notícia de que tudo estava bem. “No turno da noite, os pais dela vieram me agradecer e disseram que, de acordo com os médicos, o atendimento que prestei foi fundamental para a manutenção da vida dela. Eu fiquei muito emocionado por tê-la salvado e ao mesmo tempo me senti gratificado, pois sou pai de um menino de cinco anos e tenho noção do que eles passaram”, contou.

Kelson ainda fez questão de lembrar que, mesmo não sendo socorristas, todos os guardas municipais recebem treinamentos de primeiros socorros, para que estejam preparados para agir com eficiência em situações assim. “Recebemos bons treinamentos práticos por parte do Corpo de Bombeiros, que nos dão uma boa referência para agir em momentos críticos”, completou.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)