Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/04/2012 11:28

Guarani e Ponte Preta fazem dérbi histórico

FPF

A semifinal do Paulistão Chevrolet 2012 reserva um jogo especial neste domingo. Ás 18h, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, o Guarani recebe a Ponte Preta no 189º dérbi da história. Desta vez, porém, a partida vale uma vaga na grande final do estadual.

Coincidentemente, o dérbi decisivo acontece exatamente no ano em que o clássico campineiro completa 100 anos. A última vez que Ponte Preta e Guarani fizeram um jogo de tamanha importância foi em 1981, quando decidiram o primeiro turno do Campeonato Paulista. Na ocasião a Ponte Preta venceu por 3 a 2.

O clássico decisivo é tratado como um verdadeiro presente para os dois times. O presidente da Ponte Preta, Márcio Della Volpe, destacou a importância do jogo. “Com certeza é um presente para todos, ainda mais no centenário. Não temos uma decisão dessas desde 1981 e isso traz a cidade de Campinas e o futebol campineiro novamente para o cenário nacional. Estamos muito contentes de proporcionar isso”.

Marcelo Mengoni, presidente do Guarani, reforçou o discurso do pontepretano. “No meu modo de pensar, este dérbi além de ser um presente para os torcedores de Campinas, será o clássico mais empolgante desta linda história centenária. As duas equipes estão em boa fase, chegaram onde estão derrotando grandes equipes e mostrando um bom futebol. Tenho convicção ao afirmar que quem comparecer no Brinco de Ouro da Princesa neste domingo presenciará a história sendo escrita”.

Jogadores de 1981 fazem suas apostas

Pouco menos de 31 anos depois da histórica decisão, jogadores de Guarani e Ponte Preta daquela época aguardam ansiosamente a semifinal deste domingo e ainda fazem suas apostas para a partida.

Ex-capitão do Guarani, Édson demonstrou confiança em uma maior sorte do time nesta decisão de 2012. “Nesta semifinal, não pode haver bolas perdidas, o elenco do Guarani deve brigar a cada segundo pela posse de bola. O Guarani de hoje tem muito potencial e já superou grandes barreiras, creio que, salvo as comparações, este Bugre possui mais condições de chegar à final do que o Guarani de 1981”.

Já Odirlei, ex-jogador da Ponte Preta e autor do gol que deu a vitória ao time na última decisão, mostrou-se contente pelo futebol campineiro, mas não escondeu sua torcida pela Ponte Preta. “Eu sou Ponte Preta, mas o que der será bem recebido. Minha torcida é pontepretana, mas como campineiro de coração, fico feliz por um dos dois chegar à final. Mesmo assim arrisco um placar: acho que dá 2 a 1 para a Ponte, apesar de esse ser um jogo com grande risco de pênaltis, pela qualidade dos dois”.

Paz está novamente na pauta

Os pedidos de paz são constantes a cada dérbi e neste decisivo a história se repetiu. Os mandatários de Guarani e Ponte Preta deixaram seus recados para os presentes ao estádio no domingo.

Para Marcelo Mengoni, os torcedores devem se preocupar em apoiar seu time. “Mais do que uma partida disputada e acirrada dentro de campo, queremos ver a torcida ajudando e incentivando a sua equipe, mas de forma pacifica. Sabemos dos retrospectos negativos do clássico e por isso queremos que haja a paz dentro e fora do Brinco de Ouro neste domingo”.

Márcio Della Volpe seguiu a mesma linha e lembrou da importância que o jogo tem em Campinas. “A mensagem de paz é que fique claro e lógico para o torcedor que ele deve ir, cantar, apoiar sua equipe, mas respeitando seu adversário. Que ele se empenhe em torcer para o seu time e apenas isso. Ele precisa valorizar esse clássico, que não pode ser tirado da nossa cidade. O dérbi campineiro é um verdadeiro troféu para Campinas e algumas atitudes deixarão ele sempre grande”.

Treinadores analisam jogo

Com o adiamento da partida entre Ponte Preta e São Paulo, válida pela Copa do Brasil, os dois times campineiros puderam ter a semana toda para trabalhar e devem chegar em suas melhores condições para o jogo.

Jogando mais uma decisão em casa, Vadão, treinador do Guarani, falou que o Brinco de Ouro da Princesa é ponto forte de seu time. “Eu acho importante trazer o jogo para perto da nossa torcida onde tem mais gente gritando, onde nós já estamos mais acostumados a treinar, conhecemos o campo é melhor. Não é determinante, nós fomos lá no campo deles com todas as adversidades e empatamos por 1 a 1, mas eu prefiro jogar aqui onde nosso rendimento foi surpreendente”, afirmou.

Embora o técnico Vadão faça mistério, na prática, ele tem apenas uma dúvida: o substituto do volante Willian Favoni, suspenso pelo terceiro amarelo. O atleta vinha atuando no lugar do capitão Wellington Monteiro, que sofreu uma grave lesão no joelho e ficará de seis a oito meses afastado dos gramados. O comandante acenou com a possibilidade de escalar o volante Rafael Araújo, o meia Bruno Neves, o lateral Medina e até mesmo o zagueiro Éwerton Páscoa na posição do jogador suspenso.

Na Ponte Preta, a expectativa é de um jogo equilibrado e por isso a aplicação será determinante, segundo o treinador Gilson Kleina. “É um jogo equilibrado e na casa do adversário, para o qual teremos que nos aplicar muito. Faremos de tudo dentro de campo para trazer uma final para o Majestoso”.

Assim como seu adversário, o mistério é utilizado como uma estratégia na Ponte Preta. O técnico não confirma o time titular e sabe-se apenas que Willian Magrão e Cicinho, suspensos, não jogam. Os substitutos só devem ser conhecidos momentos antes do início do jogo.

Ficha Técnica:

Guarani: Emerson; Oziel, Domingos, Neto e Bruno Recife; Éwerton Páscoa (Bruno Neves), Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Fumagalli; Fabinho (Ronaldo) e Bruno Mendes.
Técnico: Vadão.

Ponte Preta: Bruno; Guilherme, Diego Sacoman, Ferron e Uendel; João Paulo Silva, Enrico, Gerson e Renato Cajá; Caio e Roger.
Técnico: Gilson Kleina.

Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra;
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Marcio Luiz Augusto;
Assistentes adicionais: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Fabio de Jesus Volpato Mendes;
Quarto árbitro: Marcelo Rogério;
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas;
Data: 29 de abril às 18h30.

Acompanhe pela Rádio Patriarca via Band Sat

Só deu bugrão!!! 3x1 !!!!!!!!!!
 
Ivan em 17/11/2014 08:02:24
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)