Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/05/2005 08:33

Gripe: Idosos têm até sexta-feira para se vacinar

ABr

Dados parciais da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde já indicam o êxito da sexta edição da Campanha Nacional de Vacinação do Idoso, cujo slogan é "O importante é ter saúde. Vacine-se contra a gripe". De acordo com informações repassadas ao Programa Nacional de Imunizações da SVS pelas secretarias estaduais de Saúde, até o último sábado (30), mais de 5,7 milhões de idosos já haviam se vacinado contra a gripe, o que corresponde a 37,1% dos 15,5 milhões de pessoas com mais de 60 anos, em todo o país.

O objetivo da campanha é proteger esse grupo de pessoas das complicações da gripe e de outras doenças preveníveis por vacinas, uma vez que essa faixa etária é mais vulnerável às enfermidades. Apesar de a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendar cobertura de 70%, até sexta-feira (6), data de encerramento da campanha, a expectativa do Ministério da Saúde é superar o percentual alcançado em 2004, que foi de 85% dos idosos vacinados contra o vírus influenza, que causa a doença.

Até agora, as maiores coberturas foram obtidas nos estados da Paraíba (55,4%), Amapá (50,6%), Piauí (50,4%) e Sergipe (50,2%). Os menores índices foram verificados nos estados de São Paulo (26,4%) e Roraima (24,7%). As demais unidades federadas informaram percentuais de cobertura entre 30% e 50%.

No último sábado, o Ministério da Saúde, em parceria com estados e municípios, promoveu uma ampla mobilização em todo território nacional para motivar a procura pela vacina. Mais de 230 mil pessoas trabalharam em 61,5 mil postos de saúde, garantindo o êxito das atividades. Cerca de 32,2 mil veículos, inclusive aeronaves e barcos na região Norte, foram utilizados para facilitar os deslocamentos das equipes de vacinação.

Este ano, o investimento do Ministério da Saúde na campanha foi de aproximadamente R$ 123 milhões, sendo R$ 104,6 milhões na compra de 18,3 milhões de doses contra o vírus influenza, R$ 7 milhões na compra de 285,4 mil doses contra pneumococos, R$ 1 milhão na compra de 1,1 milhão de doses difteria e tétano e R$ 486 mil em 1 milhão de doses contra febre amarela. Os estados e municípios receberam um total de R$ 4,8 milhões, com repasse fundo a fundo, para ações de mobilização. A publicidade teve investimento de R$ 5 milhões.

As campanhas de vacinação de idosos começaram em 1999. Milhões de pessoas são vacinadas todos os anos no Brasil. No ano passado, o país superou a meta, vacinando 85% da população com mais de 60 anos, conquistando uma das melhores coberturas vacinais em todo o mundo.
Estimativas de estudos internacionais indicam que a vacina contra a gripe provoca redução da mortalidade em até 50% entre a população idosa. Além disso, os estudos mostram redução de 19% do risco de hospitalização por doença cardíaca e em até 23% do risco de doenças cerebrovasculares.

A gripe é considerada uma das doenças infecciosas que mais preocupam as autoridades sanitárias no Brasil e no mundo. No último século, ocorreram três pandemias (epidemia em escala mundial) responsáveis por mais de 50 milhões de mortes, problemas sociais e perdas econômicas: a Gripe Espanhola (1918), a Gripe Asiática (1957) e a Gripe de Hong Kong (1968). Especialistas acreditam que há risco de uma nova pandemia nos próximos anos, provocando milhões de casos da doença. A característica mutável do vírus influenza, causador da gripe, reforça esta hipótese.

Com informações do Ministério da Saúde.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)