Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/03/2006 20:50

Gripe aviária: Santa Casa credenciada por ministério

Aline dos Santos/Campo Grande News

Embora o vírus da gripe aviária, o H5N1, ainda esteja restrito aos continentes asiático e europeu, o Brasil já elaborou um plano nacional para enfrentar a pandemia caso ela chegue ao País. Em Mato Grosso do Sul, onde um comitê elabora as medidas preventivas, a Santa Casa de Campo Grande foi credenciada pelo Ministério da Saúde como hospital de referência para o tratamento da doença.

Segundo o coordenador municipal de Vigilância em Saúde, Eugênio Barros, em 2003, quando a ameaça era a Sars (Síndrome Respiratória Aguda Grave), que atingiu principalmente a Ásia, o hospital recebeu recursos para a criação de uma unidade de isolamento. “Caso a doença chegue ao Estado, os primeiros pacientes serão encaminhados para esta unidade”, afirma.

Amanhã, o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar irá realizar uma palestra sobre o tema para o corpo clínico da instituição.

A gripe aviária está pondo o mundo em alerta e chega a ser comparada à gripe espanhola, pandemia que causou a morte de milhões de pessoas, os números oscilam entre 35 e 50 milhões de vítimas. “Considero improvável que aconteça algo desse tipo. Hoje, o mundo é outro. Há outro patamar de desenvolvimento tecnológico. Um exemplo foi a Sars”, cita o médico infectologista do Hospital Universitário, Rivaldo Venâncio, ao lembrar a eficiência na troca de informações entre os institutos de pesquisa.

Porém, ele reforça que a doença tem um índice considerável de letalidade e, em média, de 30% a 40% das pessoas contaminadas morrem. “Por enquanto, o vírus é transmitido da ave para o ser humano. Mas a grande questão é se o vírus sofrer uma mutação, e passar a ser transmitido entre as pessoas”, alerta.

Até o momento, as pessoas contaminadas tiveram contato com secreções, urina e fezes, e sangue de animais infectados. A gripe aviária apresenta sintomas de uma gripe comum. “O paciente apresenta tosse, febre, cefaléia, contudo, os sintomas vêm acompanhados por uma infecção bacteriana”, explica.

O comitê formado em Mato Grosso do Sul reúne representantes de diferentes órgãos, como Defesa Civil, secretarias de Saúde, Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Iagro e Ministério da Agricultura.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)