Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/04/2008 18:09

Greve nos Correios já atinge 23 estados e o DF

Lúcia Nórcio/ABr

Curitiba - A greve dos Correios já atinge 23 estados e o Distrito Federal, segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná (Sintcom-PR). Apenas Minas Gerais, Roraima e Espírito Santo ainda não aderiram ao movimento. No Paraná, a paralisação atinge principalmente o setor de distribuição, com uma adesão avaliada em torno de 60% pela assessoria de imprensa da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT).

Hoje (2), pela manhã, de acordo com a assessoria do sindicato, a greve ganhou um grande reforço no Paraná, com a adesão dos funcionários de Londrina e municípios da região. Cerca de 500 funcionários decidiram, em assembléia, paralisar suas atividades. Em Curitiba, a categoria mantém um acampamento diante da sede estadual da empresa.

Os trabalhadores exigem o cumprimento de um acordo assinado em novembro de 2007 pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, e pelo presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio. O termo de compromisso prevê o pagamento a partir de março deste ano, do adicional de risco aos carteiros, no valor de 30% do salário-base. Na última semana a empresa resolveu suspender o pagamento.

Outra reivindicação da categoria diz respeito à Participação nos Lucros e Resultados (PLR) referente a 2007, ano em que a catagoria alega que os Correios obtiveram um lucro recorde de R$ 830 milhões. Os trabalhadores denunciam o favorecimento de chefes, gerentes e diretores dos Correios, que receberam a título de PLR valores até 300 vezes maiores que os pagos aos trabalhadores.

De acordo com o Sintcom-PR, o presidente dos Correios teria recebido cerca de R$ 44 mil a título de participação nos lucros. Nos estados, os diretores regionais da empresa teriam recebido aproximadamente R$ 20 mil. Por outro lado, a maioria dos trabalhadores recebeu valores inferiores a R$ 400. Há casos, denuncia o sindicato, de trabalhadores que receberam menos de R$ 150.

O sindicato afirma que vai acionar sua assessoria jurídica para questionar os critérios usados pelos Correios para o pagamento da participação dos lucros.

Segundo a assessoria de imprensa dos Correios, em Brasília, a empresa procurou adotar um critério mais justo. Até o ano passado, os lucros eram divididos igualmente entre todos os funcionários sem qualquer avaliação, como assiduidadade ou mérito.

A partir desse ano, começaram a ser feitas avaliações por competência profissional, como bom desempenho, pontualidade, interesse e faixa salarial. Dessa forma, cada funcionário passou a receber um percentual diferente. Segundo a assessoria, da mesma forma que o antigo, o novo critério "não agrada a todos".


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)