Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/06/2004 16:04

Gravidez e parto matam 500 mil mulheres por ano

Dourados News

Mais de meio milhão de mulheres morrem a cada ano no mundo em conseqüência de gravidez ou de parto. De acordo com a funcionária do Fundo de População das Nações Unidas (FNUAP), a professora Gita Sen, a maioria das mortes é causada por falta de atendimento médico nos países pobres.

A mortalidade materna é um dos capos em que não se registrou nenhum progresso desde a Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD), que se realizou no Cairo em 1994, destacou Sen numa entrevista à imprensa na tarde da segunda-feira. Segundo ela, grande parte dessas mortes poderia ser evitada, mas 40% das mulheres que vivem nos países do terceiro mundo dão a luz sem ajuda médica, segundo um estudo realizado em 169 países paa fazer um balanço dez anos depois da Conferência do Cairo.

O risco é particularmente alto para as jovens entre 15 e 19 anos, cuja taxa de mortalidade materna é duas vezes mais elevada que a das mulheres entre 20 e 24 anos. Aproximadamente 13% das mortes são causadas por abortos praticados em más condições, inclusive em países onde a interrupção da gravidez é legal. Dos 46 milhões de abortos praticados anualmente no mundo, cerca de 20 milhões ocorrem em más condições.

Desde a Conferência do Cairo, o acesso aos meios anticoncepcionais se ampliou no mundo, mas em 2000, 123 milhões de mulheres continuavam sem acesso a métodos seguros e eficazes, assinalou, por sua parte, Thoraya Ahmed Obaid, diretora executiva do FNUAP. Quanto à violência sexual, é sofrida em certos países numa média de uma mulher em cada quatro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)