Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/12/2015 09:00

Grávida pode tomar vinho nas refeições?

BabyCenter

Sim, o risco existe. O consenso entre os médicos brasileiros, norte-americanos e da OMS (Organização Mundial da Saúde) é que só NÃO há risco de o álcool afetar o bebê durante a gravidez se a mãe não tomar nada de álcool.

De acordo com o professor de psiquiatra da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) Dartiu Xavier da Silveira, o risco de consequências graves do álcool para o bebê cai consideravelmente quando o consumo é de menos de duas doses de bebida alcoólica por semana, mas existe mesmo assim.

Por outro lado, diz ele, mesmo entre mulheres que consomem bastante álcool, o risco de o bebê sofrer prejuízos, como a grave síndrome alcoólica fetal, é calculado em cerca de 45 por cento.

"Cada organismo reage ao álcool de uma maneira diferente", explica o psiquiatra, que coordena um programa de atendimento a dependentes químicos na universidade, o Proad. E ninguém sabe que jeito é esse.

O que se sabe é que o consumo de álcool é arriscado durante toda a gravidez. Não adianta esperar o período de formação dos órgãos do bebê terminar. O álcool afeta a arquitetura cerebral do feto -- que é muito frágil, porque o cérebro ainda é imaturo --, além de prejudicar o funcionamento da tireóide da mulher, responsável pela regulação do desenvolvimento da criança dentro da barriga. Assim, os danos são imprevisíveis.

Às vezes, o problemas causados pelo álcool podem se revelar só quando a criança é maior, e não consegue ir bem na escola, por exemplo, ou tem problemas de relacionamento. "A síndrome alcoólica fetal pode até predispor a criança à marginalidade, porque ela tem menos oportunidades na vida", afirma o especialista Hermann Grinfeld, pediatra que estuda os efeitos do álcool durante a gravidez. Por isso, beber na gestação é um tiro no escuro.

Caso você sinta dificuldade em abandonar o hábito, converse com o obstetra ou com um profissional da área de saúde mental, como um psicólogo ou psiquiatra, para conseguir ajuda mais especializada.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)