Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/01/2004 08:22

Governos montam aparato para receber repatriados

Agência Câmara

Um aparato de médicos, assistentes sociais, psicólogos, policiais federais, civis e militares, bombeiros e representantes da Infraero, do Departamento de Aviação e Cargas, do Ministério Público, da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, do Ministério de Relações Exteriores e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social e Esportes de Minas Gerais está sendo mobilizado para recepcionar os brasileiros que retornam ao Brasil depois de serem detidos pelo Serviço de Imigração dos Estados Unidos. O vôo fretado pelo governo norte-americano deixa Florence, no Arizona, às 18 horas de hoje (23 horas de Brasília), com chegada prevista para as 11 horas de amanhã no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte.

EMPENHO
De acordo com o deputado João Magno (PT-MG), que embarcou para Phoenix na noite de ontem para acompanhar a deportação dos brasileiros, é necessário o empenho dos governos federal e estadual pela grande comoção que o assunto vem assumindo nos últimos dias. "Precisamos receber com muito carinho esses cidadãos que tentaram o sonho de uma vida melhor e acabaram perdendo a liberdade, muitos deles vivendo humilhações e privações", argumenta o deputado, que juntamente com os senadores Hélio Costa (PMDB-MG) e Marcelo Crivella (PL-RJ) integra a comissão externa do Congresso Nacional criada especialmente para acompanhar o caso, e que retorna no mesmo vôo dos repatriados.
Desembarcam amanhã em Confins 262 brasileiros no vôo da Luxor Air, empresa aérea portuguesa especialmente contratada pelo governo norte-americano. Cerca de 190 são mineiros, sendo a maioria de municípios do Leste de Minas Gerais; os demais são originários de Goiás, Mato Grosso, Rondônia, Amazonas, Pará, Maranhão, Bahia, Pernambuco, Espírito Santo, São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal.

EXAMES
Todos os imigrantes passarão por um procedimento considerado de praxe pela Coordenadoria-Geral de Polícia de Imigração da Polícia Federal, para os casos de deportação. Eles serão submetidos a exames médicos e psicológicos, depois se apresentarão aos policiais federais, aos funcionários da Receita Federal e aos representantes do Ministério Público e da Secretaria de Direitos Humanos. A previsão é de que o processo de identificação e triagem dos imigrantes dure mais de cinco horas, devido ao grande número de pessoas a serem atendidas.
Para tentar agilizar o procedimento, a Polícia Federal vai organizar 25 guichês para as audições dos imigrantes brasileiros. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Esportes de Minas vai garantir alimentação, assistência social e transportes para os mineiros repatriados, além de colocar a disposição o Centro de Referência do Imigrante (telefone 31-3274-1420) para acolher as pessoas de outros estados e aqueles que não poderão viajar para suas casas no mesmo dia.

CLIMA DE TRANQUILIDADE
A Polícia Civil também se comprometeu a emitir certidões de perda de documentos para aqueles imigrantes que estiverem sem identificação. Além disso, a Secretaria Estadual vai distribuir panfletos aos familiares dos brasileiros com informações sobre os procedimentos adotados nos casos de deportação, a fim de garantir o clima de tranqüilidade no desembarque. "Os brasileiros que estão voltando não são criminosos, apenas cometeram uma infração. Estamos somando todos os esforços para que esse momento de reencontro dos cidadãos brasileiros com seus familiares e amigos seja coroado de êxito", explica o deputado João Magno.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)