Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/12/2012 19:53

Governo tenta reverter embargo do Japão à carne bovina

Mariana Branco, Agência Brasil

Brasília - O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está tentando reverter o embargo japonês à carne bovina brasileira. Hoje (10), o órgão divulgou um comunicado afirmando que está empenhado em prestar esclarecimentos ao país asiático e às demais nações importadoras das carnes do Brasil.

Na sexta-feira (7), o Japão suspendeu as compras do produto alegando a comprovação de contaminação pelo agente causador da Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), também conhecida como doença da vaca louca. O embargo aconteceu após o governo brasileiro ter comprovado a presença do agente da doença em análises dos restos de uma vaca morta no Paraná, em 2010.
No documento divulgado nesta segunda-feira, o governo brasileiro argumenta que o caso do Paraná foi uma ocorrência não clássica da EEB, ou seja, apesar da presença do agente a doença não se manifestou no animal. De acordo com informações do ministério, a presença do agente da vaca louca foi descoberta dois anos depois da morte em análises extras dos tecidos. O comunicado informa que hoje o adido agrícola japonês no Brasil, Kentaro Morita, se reuniu com técnicos do ministério para obter informações sobre o assunto.

Ainda segundo a nota, o adido agrícola brasileiro no Japão, Gutemberg Barone, prestará amanhã (11) esclarecimentos ao diretor de Segurança de Importações de Alimentos daquele país, Hideshi Michino, e entregará um relatório completo sobre o caso. Barone deve entregar ainda às autoridades japonesas ofícios de entidades internacionais validando os procedimentos de defesa sanitária animal adotados pelo Brasil O Ministério da Agricultura também planeja visitas técnicas aos 20 principais parceiros comerciais de importação de carne.

Edição: Carolina Pimentel

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)