Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/06/2005 08:01

Governo tenta aval da AL para tarifaço na gasolina

Fabiana Silvestre/Campo Grande News

Abastecer os veículos em Mato Grosso do Sul deve ficar até R$ 0,05 mais caro por litro de combustível, segundo proposta do Governo Estadual que tramita na Assembléia Legislativa.

Pelo texto, serão cobrados R$ 0,04 e R$ 0,05 pelo litro da gasolina e diesel comercializados – é a criação do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de mato Grosso do Sul) na bomba.

Conforme o secretário de Coordenação Geral de Governo, Raufi Marques, a mudança ainda não tem data para ocorrer. “O projeto está sendo discutido, mas esperamos que seja logo”, diz.

Marques confia na “boa vontade” dos distribuidores e donos de postos de combustíveis do Estado, para que não repassem aos consumidores os novos valores. “Esperamos que os distribuidores e donos de postos entrem em um acordo para não repassar o valor ao consumidor”, afirma.

Caso seja repassado, encher o tanque de 50 litros de um veículo de passeio, por exemplo, poderá ficar R$ 2,50 mais caro.

Empresários – Os proprietários de postos são contra a criação do Fundersul na bomba de gasolina e diesel. Eles se reúnem amanhã, às 10 horas, na Assembléia Legislativa, com o presidente da Casa, deputado Londres Machado (PL), e com o deputado Ary Rigo (PDT) para discutir a proposta.

Além de rechaçar o projeto, os empresários também vão solicitar a redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de 17% para 12%.

Segundo o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Automotivos, Lubrificantes e Lojas de Conveniências de Mato Grosso do Sul), os proprietários também devem propor a realização de uma audiência pública na Assembléia para discutir a cobrança sobre o óleo diesel.

A alegação, conforme o sindicato, é que a cobrança de 17% está inviabilizando a atividade. Pelo menos 45 postos já teriam “quebrado” devido à cobrança.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)