Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/11/2005 14:39

Governo segura pauta do boi para ajudar os pecuaristas

Famasul Notícias

O Governo manteve a pauta fiscal do boi gordo em R$ 47 a arroba, atendendo à solicitação da Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul (Famasul). A pauta, usada como valor de referência para a cobrança do ICMS, subiria ontem para R$ 53. A permanência de uma menor tributação visa fomentar a comercialização de animais para São Paulo, Estado que responde pela maior parte da compra de bovinos de Mato Grosso do Sul. Com o embargo paulista, encerrado na semana passada, ficaram represados cerca de 400 mil animais nos campos do Estado, conforme estima a Famasul.

"Nossa preocupação é com toda a economia do Estado", justificou Leôncio de Souza Brito, presidente da Famasul, após reunião com o secretário de Receita e Controle, José Ricardo Pereira Cabral e o superintendente de Administração Tributária, Gladiston Amorin. Conforme Leôncio Brito, com o embargo de São Paulo, já são 400 mil animais acumulados nos campos de Mato Grosso do Sul prontos para o abate. Além disso, perto de 30 mil bois e vacas magros, vendidos a São Paulo para engorda, também ajudam a aumentar a superpopulação bovina. A previsão é que o gado magro só volte a ser comercializado daqui a seis meses. "Com isso, vamos ter mais 180 mil animais represados", calcula Brito.

Na tentativa de escoar o maior número possível de bovinos para fora do Estado, a Famasul pediu ao Governo que segure a pauta em R$ 47. Na reunião, não foi tratado acerca da redução da alíquota incidente sobre o bovino vivo, hoje em 12%. Conforme o superintendente Gladiston, a pauta subiria ontem para R$ 53, que acrescido da alíquota de 12%, faria com que o valor da arroba atingisse quase R$ 60.

Osvaldo Júnior

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)