Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/06/2005 12:53

Governo renunciará R$ 1,3 bilhão em ICMS em 2006

Maristela Brunetto / Campo Grande News

O governo de Mato Grosso do Sul fará renúncia fiscal de R$ 1,3 bilhão para 2006. O valor é 40% maior que a renúncia estimada para este ano, de R$ 937,5 milhões, conforme valores que constam nos projetos da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) do ano passado e deste ano. Só para atender a Lei Kanidr, com a desoneração de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para produtos primários, a renúncia será de R$ 423,9 milhões.
O segundo segmento com maior incentivo é o frigorífico. Abates de bovinos e bufalinos receberão incentivo de R$ 281,1 milhões e de aves terá R$ 24 milhões. Usinas de açúcar e álcool terão incentivo fiscal de R$ 53,7 milhões. O setor de zona franca será isentado em R$ 141,1 milhões e o de veículos novos fica isento de R$ 42,4 milhões em ICMS e os descontos com IPVA somarão R$ 12,8 milhões.
Outros setores terão incentivo do governo, como a indústria dop vestuário ( R$ 40,5 milhões), leites e laticínios (R$ 24 milhões) e gás (R$ 11,9 bilhões).
A renúncia é um instrumento do governo para atrair empreendimentos e apoiar a ampliação de outros já instalados. No caso de incentivo fiscal, a decisão passa pelo CDI (Conselho de Desenvolvimento Industrial). O governo isenta os produtos primários para exportação, como grãos, seguindo a lei federal, mas a compensação- pela União- fica bem aquém do valor que o governo desonera de imposto.
O projeto da LDO, encaminhado pelo governo à Assembléia Legislativa para apreciação e votação nas próximas semanas, traz ainda outras projeções, como receita de R$ 5 bilhões, vindo R$ 2,8 bilhões em ICMS. A receita será 25% maior que a aprovada para este ano. Recentemente, o vice-governador, Egon Krakhecke, conversou com os representantes dos demais poderes para explicar o projeto da LDO.
O Tribunal de Justiça é o poder que recebe o maior duodécimo, ficando com 6,8% da receita; pasara a Assembléia vão 4,4% ao mês; o TCE (Tribunal de Contas) fica com 2,35%, a Defensoria Pública terá 1% e o Ministério Pública fica com 2,84%.
Consta nas projeções da LDO a elevação da dívida consolidada para R$ 8,4 bilhões ateé o fim do ano e de R$ 8,9 bilhões em 2006.
O governo incluiu ainda na LDO o que considera como riscos fiscais. São eles a frustração da receita, que pode chegar a R$ 60 milhões, quantia a ser compensada com cortes de gastos; o aumento da dívida, com previsão de R$ 21 milhões (o governo aponta que usaria a reserva de contingência se vier a se concretizar esse risco); e ainda os valores de precatórios a pagar, somando R$ 35 milhões. Sobre leis de matéria tributária, o governo incluiu na LDO que poderá fazer mudanças para modernizar e agilizar a cobrança e controle de créditos tributários e também para garantir tratamento diferenciado à micro e pequenos produtores rurais e empresas, entre outros aspectos.
O projeto da LDO ainda vai passar pelas comissões permanentes da Assembléia e será votado antes do recesso, marcado para julho.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)