Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Março de 2017

Últimas Notícias

11/05/2004 15:20

Governo quer regulamentar direito de greve, afirma líder

Dourados News

A regulamentação do direito de greve de servidores militares e civis das chamadas carreiras essenciais como a de policiais militares e a de servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também é parte da agenda de governo. Na opinião do líder do governo na Câmara dos Deputados, Professor Luizinho (PT-SP), a regulamentação do direito de greve é uma reivindicação antiga do Partido dos Trabalhadores. “Regulamentar o direito de greve é que nós sempre nos propusemos e sempre reivindicamos. Ao fazermos isso, podemos proteger aqueles que precisam garantir seu direito de greve”.

O parlamentar criticou o acirramento dos movimentos grevistas durante as negociações com o governo. Ele lembrou que o governo tem concedido reajustes “razoáveis” desde o primeiro ano de mandato: “protegendo e defendendo os que ganham os menores salários e que sofreram as maiores perdas”. Observou que o governo montou uma câmara de negociações com os servidores em uma atitude inédita. “É estranho que, numa situação dessas, em que medidas concretas já foram tomadas, a resposta seja a intransigência da greve”, declarou.

Estão em greve servidores do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ontem, duas outras categorias também decidiram paralisar suas atividades: os funcionários administrativos da Advocacia Geral da União (AGU) e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Os servidores públicos federais querem um reajuste salarial imediato de 50,19% e a incorporação das Gratificações de Produtividade e de Atividade do Executivo. Além disso, reivindicam piso salarial de R$ 1.440 e correção das distorções do Plano de Classificação de Cargos do servidor público. O governo propõe apenas reajuste diferenciado para as gratificações, entre 12,85% e 32,27%.




Agência Brasil


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 26 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Março de 2017
21:10
Cassilândia
15:01
Curiosidade
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)