Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/05/2004 15:20

Governo quer regulamentar direito de greve, afirma líder

Dourados News

A regulamentação do direito de greve de servidores militares e civis das chamadas carreiras essenciais como a de policiais militares e a de servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também é parte da agenda de governo. Na opinião do líder do governo na Câmara dos Deputados, Professor Luizinho (PT-SP), a regulamentação do direito de greve é uma reivindicação antiga do Partido dos Trabalhadores. “Regulamentar o direito de greve é que nós sempre nos propusemos e sempre reivindicamos. Ao fazermos isso, podemos proteger aqueles que precisam garantir seu direito de greve”.

O parlamentar criticou o acirramento dos movimentos grevistas durante as negociações com o governo. Ele lembrou que o governo tem concedido reajustes “razoáveis” desde o primeiro ano de mandato: “protegendo e defendendo os que ganham os menores salários e que sofreram as maiores perdas”. Observou que o governo montou uma câmara de negociações com os servidores em uma atitude inédita. “É estranho que, numa situação dessas, em que medidas concretas já foram tomadas, a resposta seja a intransigência da greve”, declarou.

Estão em greve servidores do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ontem, duas outras categorias também decidiram paralisar suas atividades: os funcionários administrativos da Advocacia Geral da União (AGU) e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Os servidores públicos federais querem um reajuste salarial imediato de 50,19% e a incorporação das Gratificações de Produtividade e de Atividade do Executivo. Além disso, reivindicam piso salarial de R$ 1.440 e correção das distorções do Plano de Classificação de Cargos do servidor público. O governo propõe apenas reajuste diferenciado para as gratificações, entre 12,85% e 32,27%.




Agência Brasil


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)