Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/04/2005 13:44

Governo quer reduzir concentração de cursos de mestrado

Agência Brasil

No Brasil, há 122.295 estudantes matriculados em cursos de mestrado e doutorado. A maior parte desses alunos está concentrada nas regiões sul e sudeste, como mostra o mapa da pós-graduação no país, divulgado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes), ligada ao Ministério da Educação. Na região sudeste, encontra-se o maior número de pós-graduandos, 45.856 no mestrado acadêmico e 31.274 no doutorado. Em seguida, estão as regiões sul, nordeste e centro-oeste. Já a região norte ocupa a última colocação no ranking, com 228 doutorandos e 1.507 mestrandos.

"As regiões norte e centro-oeste, excluindo o Distrito Federal, têm os índices mais baixos de matriculados na pós-graduação e, conseqüentemente, de bolsas", destaca o presidente da Capes, Jorge Guimarães. Segundo ele, é preciso um pacote de medidas para capacitar regiões menos desprovidas de recursos humanos.

De acordo com Guimarães, na semana passada, a Capes iniciou a distribuição de 1.653 novas bolsas de pós-graduação, que irão beneficiar principalmente estudantes das regiões norte e centro-oeste. Segundo ele, o governo também pretende destinar programas de bolsas de iniciação científica à região norte, com ênfase em áreas como meio ambiente, agricultura e desenvolvimento sustentável.

O presidente da Capes diz, ainda, que a idéia "é fazer um programa maciço de bolsas de iniciação científica especialmente na Amazônia". Ele calcula que os resultados deste esforço poderão ser sentidos a médio prazo. "Em quatro, cinco anos, teremos gente que, decididamente, vai poder reforçar esses programas de pós-graduação, com temas de interesse local. Porque o que ocorre hoje é que muitas vezes o estudante de lá vai para São Paulo, para o Rio e muitos não voltam; e esse não é o menor sistema de dar o apoio para mudar as características da região", avalia.

Outra iniciativa destacada por Guimarães é o chamado Programa Casadinho, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Por meio do programa, instituições bem colocadas no sistema de avaliação da Capes - com conceitos 6 e 7 -,prestam auxílio àquelas que receberam conceitos 3 e 4. "Para a região norte e nordeste e centro-oeste, o Casadinho deverá dar uma mudança substancial no desempenho de programas de pós-graduação", finaliza.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)