Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/03/2016 13:43

Governo propõe reajuste linear de 4,4% a 20% para servidores de MS

Mayara Bueno e Antonio Marques, Campo Grande News
Servidores se reuniram com governo para tratar sobre o reajuste salarial. (Foto: Antonio Marques)Servidores se reuniram com governo para tratar sobre o reajuste salarial. (Foto: Antonio Marques)

O governo estadual apresentou, nesta quinta-feira (31), a proposta de conceder R$ 200 em forma de abono para os 39.587 mil servidores públicos do Estado. Representantes do Executivo Estadual e das categorias ainda estão reunidos na secretaria de Estado de Administração, para definir os encaminhamentos da negociação salarial.

 

Segundo o secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto Riedel, o abono de R$ 200 representa índices de 4,5% até 20%, dependendo da faixa salarial de cada funcionário.

Anteriormente, os representantes das categorias, que compõe com o governo o Fórum dos Servidores, o reajuste pedido era de 16,14%, com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), referente a recomposição das perdas inflacionárias de remuneração.

Conforme a tabela proposta pelo governo, o impacto do abono no salário dos servidores representará 4,5 a 6,6% para 8.706 funcionários, 6,67 a 9,9% para 5.296 e 10% a 20% para 11.899. O aumento é destinado aos servidores ativos e inativos, com exceção dos professores e funcionários convocados e ocupantes de cargos comissionados.

Para o secretário de Governo, que também participa da reunião, no atual momento de crise, o Executivo Estadual pode oferecer somente o abono. No entanto, acrescenta que as negociações continuarão e a ideia é conversar com cada categoria para saber o que pode ser acrescentado para cada uma.

Em relação ao reajuste, o que preocupa os servidores também é um projeto de lei complementar que tramita na Câmara dos Deputados. Um dos itens prevê a elevação da alíquota de contribuição previdenciária dos servidores e patronal para 14% e 28%, respectivamente, o que impactará no salário dos trabalhadores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)