Cassilândia, Segunda-feira, 24 de Abril de 2017

Últimas Notícias

07/05/2015 14:05

Governo propõe desconto de 100% de juros para mutuário negociar dívidas

Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) enviou à Assembleia Legislativa, projeto em que propõe renegociar dívidas de mutuários da Agehab/MS (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul), que somam R$ 49 milhões. Os descontos para quem aderir variam entre 100% para pagamento à vista e 25% para parcelado.

No projeto "Morar Legal", o governador alega que apesar das prestações mensais serem de baixo valor, as famílias beneficiárias não tem condições de arcar e o montante tem impacto significativo em seus orçamentos. Levantamento de março mostra que a Agehab/MS tem 6.347 beneficiários inadimplentes, que devem mais de três prestações,o que soma R$ 49,523 milhões de dívida. Deste total, R$ 20 milhões são decorrentes de juros sobre os valores em atraso.

Se aprovado pelos deputados estaduais, a recuperação de dívidas vai funcionar da seguinte forma. Aqueles que quitarem todo o montante terão desconto de 100% sobre o valor de mora e da multa contratual. Para quitação parcial, de no mínimo 6 prestações atrasadas, o desconto será de 60% de juros e multa.

Já para quem optar em reparcelar a dívida, terá 25% de desconto sobre juros de mora e multa de contrato. Neste caso, o valor das prestações em atraso será somado ao novo parcelamento, resultado no novo saldo devedor.

O beneficiário poderá parcelar a dívida em no máximo 120 meses, com valor mínimo de 5% do valor do salário mínimo vigente. Se o pagamento da entrada (correspondente a duas prestações do acordo firmado) não for pago, a renegociação será cancelada.

O projeto n° 069/15 ainda trata do atendimento para renegociação da dívida, as medidas judiciais que podem ser tomadas pela Agehab e os prazos para requerimento. A proposta vai para a Assembleia, onde será votada e em seguida publicada pelo governo do Estado. A apartir desse dia, serão contatos 30 dias para entrar em vigor.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 23 de Abril de 2017
09:00
Maternidade
Sábado, 22 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 21 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)