Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/11/2004 15:36

Governo promove Dia Nacional de Registro Civil

Lílian de Macedo / ABr

A Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, com apoio das Corregedorias de Justiça, Sesi e Associação Nacional de Registradores promovem, neste sábado, uma campanha nacional de registro civil de nascimentos para crianças com até 12 anos de idade. A intenção da secretaria é marcar a data como Dia Nacional do Registro Civil de Nascimento e erradicar o número de crianças sem certidão no país.

A ação está acontecendo em cartórios de todas as capitais e em outros sete municípios do Paraná, Piauí e Bahia. O ministro Nilmário Miranda participa do evento em Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte. Já o ministro das Cidades, Olívio Dutra, está no Varjão do Torto, em Brasília.

Cada um dos cartórios abertos deve realizar, até às 16 horas de hoje, cerca de 80 registros. O número ainda é pequeno. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de um milhão de crianças nascidas vivas, em 2002, não foram registradas no prazo legal.

O registro de nascimento é feito gratuitamente. De acordo com a oficial substituta do cartório do Varjão do Torto, Elen Cristina, o pai ou a mãe deve levar aos cartórios a declaração de nascimento da criança fornecida pelo hospital e algum documento de identificação do responsável. Se os pais forem casados, é necessário levar a certidão de casamento.

Filhos de pais que não são casados civilmente devem ser registrados pelo pai. Se a mãe comparecer sozinha ao cartório, o nome do pai não aparecerá no registro. Os avós também podem fazer a solicitação do registro, mas é preciso que apresentem a certidão de casamento dos pais da criança com as demais documentações. De acordo com Elen, o registro para pessoas acima de 12 anos deve ser solicitado na Vara de Registros Públicos.

O Dia Nacional de Mobilização para o Registro Civil foi criado no ano passado por meio de um acordo entre a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen) e a Secretaria Especial de Direitos Humanos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)