Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/09/2004 14:39

Governo poderá limitar horas extras

Paulo Montoia e Marcelo Gutierres /ABr

São Paulo – O ministro do Trabalho e Emprego, Ricardo Berzoini, declarou hoje em São Paulo que o governo “poderá propor medidas para restringir as horas extras” caso perceba uma tendência generalizada da indústria de, ao invés de contratar, adotar horas extras. A declaração foi feita à imprensa, após pergunta sobre o crescimento do uso de horas extras pela indústria na região metropolitana de São Paulo, em agosto, conforme indica pesquisa de Emprego e Desemprego feita pela Fundação Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados) e pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos). Segundo a pesquisa, a indústria foi um dos setores que menos gerou empregos, com 4 mil das 68 mil vagas abertas no mês.

“Se for necessário, o Ministério do Trabalho poderá propor medidas para restringir as horas extras. Isso não está descartado. Não queremos chegar a esse ponto, porque acreditamos que esse é um instrumento de flexibilidade para algumas empresas que têm atividade sazonal. Mas se percebermos que há uma tendência generalizada de, ao invés de contratar, adotar horas extras, nós poderemos chegar ao ponto de propor uma medida legislativa que tenha o sentido de restringir e reduzir a utilização de horas extras”, disse Berzoini.

Berzoini falou após cerimônia de adesão das empresas Nestlé Brasil e GRSA, especializada em alimentação, ao Programa Primeiro Emprego do governo federal. Elas se comprometeram a contratar 2 mil jovens, entre 17 e 20 anos de idade, até 31 de dezembro de 2006.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)