Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Março de 2017

Últimas Notícias

16/02/2007 10:02

Governo não bancará Bolsa; Universidades assumem

Aline dos Santos/Campo Grande News

Em decorrência da falta de recursos do governo para manter o Bolsa Universitária, os acadêmicos que participam do programa vão trabalhar nas instituições de ensino superior durante o ano letivo de 2007. Pelo decreto 11.226, de maio de 2003, os acadêmicos que recebessem bolsa de 70% cumpririam carga horária de 20h semanais em órgãos da administração estadual. De acordo com a coordenadora do Núcleo de Assuntos Estudantis da Uniderp, Juraci Galvão, o governo fez acordo com a reitoria e a partir de quinta-feira os 99 alunos do campus de Campo Grande já deverão estar matriculados e cumprindo o expediente na universidade.

Segundo a coordenadora, todos os acadêmicos terão bolsas de 70%. Os que tinham benefício de 50% trabalhavam aos fins de semana, quando as instituições não têm atividades. Pelo decreto, além da bolsa de complementação, os estudantes em estágio tinham direito a vale-transporte conforme as regras para os servidores públicos. “Vamos tentar conseguir [o vale-transporte] na Agetran”, explica a coordenadora.

Na UCDB, onde 97 estudantes estão incluídos no Bolsa Universitária, a orientação é para que os alunos sejam alocados em setores que tenham correspondência com o curso que freqüentam. De acordo com a assessoria de imprensa da universidade, os estudantes deverão ser distribuídos entre os 40 projetos sociais que a instituição desenvolve. Em janeiro, a Setass (Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária) divulgou uma nova relação dos contemplados. Foram habilitados 372 estudantes, menos da metade dos 1.040 que recebiam o benefício.

Para conceder o Bolsa Universitária, a secretaria considerou critérios acadêmicos, como freqüência regular de no mínimo 90% das aulas em cada semestre letivo, ter cursado, no mínimo, os três primeiros semestres letivos do curso e não ter registro, durante o semestre cursado, de repetências ou mais de três dependências.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Março de 2017
Quinta, 23 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Março de 2017
21:53
Cassilândia
20:41
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)