Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

16/09/2020 12:40

Governo libera aos 79 municípios mais de R$ 8 milhões para assistência social

Recurso será depositado em cota única, seguindo alguns critérios

O Pantaneiro
Governo libera aos 79 municípios mais de R$ 8 milhões para assistência social

O Governo do Estado, via Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) começa a pagar nesta quarta-feira (16), em parcela única, mais de R$ 8 milhões em recursos para a assistência social dos 79 municípios sul-mato-grossenses. O recurso extra deve reforçar os caixas municipais em ações emergenciais por conta da pandemia de Covid-19.

Conforme a resolução, publicada na edição de 10 de setembro do Diário Oficial, o valor final da partilha que cada município tem direito depende de alguns critérios. Cidades que apresentem a existência de população em situação de rua ou grupos tradicionais do CadÚnico receberão acréscimo de 40% no valor a ser pago.

Também foi estabelecido adicional de R$ 10 mil para os municípios de Pequeno Porte I e II que possuem mais de 600 habitantes indígenas. Além dos repasses aos municípios também estão previstos investimentos na Casa Abrigo para Mulheres e Residências Inclusivas Regionais, como também na Escola do SUAS MS “Mariluce Bittar”. No total a soma dos recursos extraordinários ultrapassa os R$ 9,5 milhões.

“Sem dúvida este é mais um apoio que o Governo do Estado presta aos 79 municípios de nosso Estado. A lei complementar 173/2020 prevê que os recursos podem ser utilizados na saúde e na assistência social. Esta decisão fica a cargo dos governadores e prefeitos. Aqui, o governador Reinaldo entendeu a necessidade de reforçar financeiramente o atendimento por meio do Sistema Único da Assistência Social (SUAS), além do atendimento ao Sistema Único de Saúde (SUS). Com certeza esses valores serão muito valiosos em cada um dos 79 municípios de MS. Nosso grande objetivo é que esse recurso chegue nos serviços ofertados para as pessoas e famílias em vulnerabilidade social em MS”, destaca a titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Setembro de 2020
Quinta, 24 de Setembro de 2020
14:18
Luto
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)