Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/05/2005 09:29

Governo japonês preocupado com filhos de brasileiros

Spensy Pimentel/ABr

A situação dos filhos de brasileiros residentes no Japão preocupa autoridades do país. Na avaliação das prefeituras de cidades onde se concentram as comunidades de dekasseguis, a combinação entre as longas jornadas de trabalho dos pais e a dificuldade de adaptação de algumas crianças está levando ao abandono escolar e à delinqüência juvenil.

"É de cortar o coração. Há crianças que não vão à escola, enquanto os pais trabalham mais de dez horas por dia. Elas acabam indo para a rua", conta Shinji Sato, diretor da divisão de Relações Internacionais da Prefeitura de Toyohashi. A cidade, na província de Aichi, a sudeste de Tóquio, tem 12 mil brasileiros entre seus 380 mil habitantes.

Segundo a psicóloga Taeco Carignato, da Universidade de São Paulo, cerca de 30% das mais de 40 mil crianças brasileiras no país estão fora da escola, depois de enfrentar problemas de adaptação nas escolas japonesas. "As crianças que nascem no Japão ou que seguem pequenas para aquele país conseguem se adaptar às escolas japonesas. São educadas e crescem como japonesas. Mas as que já têm uma certa idade e os adolescentes sofrem muita discriminação e preconceito", diz Taeco. Segundo ela, os maus tratos entre colegas de escola, chamados de ijime, são um problema comum no Japão, mas afetam especialmente os estrangeiros.

"As crianças ficam em creches, às vezes, das 7 horas da manhã até as 8 da noite. Diante da dificuldade de acompanhar o ensino em japonês, algumas acabam abandonando a escola. Ficam abandonadas enquanto os pais trabalham, daí encontram amigos por aí e vão praticar furtos", diz Alcides Tanaka, presidente da Associação de Brasileiros de Toyohashi.

Para evitar a evasão escolar das crianças brasileiras, as prefeituras japonesas estão contratando profissionais para ajudar os alunos com maiores dificuldades de adaptação. É o caso de Hamamatsu, a cidade japonesa com o maior número de brasileiros, cerca de 15 mil, entre seus cerca de 700 mil habitantes.

Além das aulas de reforço, há um acompanhamento das relações das crianças na escola. "Se os alunos não estão se dando bem com os colegas, os orientadores vão até a escola, aconselhamos, conversamos com os pais. Mas, nem sempre adianta, às vezes os pais mudam de cidade antes que consigamos resolver o problema", explica Yoshio Ogai, da Comissão de Educação de Hamamatsu.

A mudança de cidade é comum entre os brasileiros no Japão, que às vezes se deslocam até mais de uma vez no período em que dura um ano escolar em busca de empregos mais rentáveis. Segundo Ogai, há ainda um trabalho de conscientização com os pais sobre a importância de manter os filhos na escola.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)