Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/12/2007 13:04

Governo gasta R$ 7,10 com remédio por habitante/ano

Paulo Fernandes - Campo Grande News

O gasto do governo com medicamentos foi de R$ 5,2 bilhões em 2007. Parece muito, mas mesmo com a contrapartida de estados e municípios representa R$ 7,10 por habitante/ano, considerando o número de atendimentos pelo SUS (Sistema único de Saúde).

Dos R$ 7,10, a participação do Ministério da Saúde é de R$ 4,10; estados e municípios respondem por R$ 1,50 cada. Os números foram apresentados pelo coordenador de Assistência Farmacêutica Básica do Ministério da Saúde, José Miguel do Nascimento Júnior, que veio a Campo Grande para ministrar em um curso promovido pelo Conselho Regional de Farmácia. O governo pretende elevar esse valor para R$ 10,10 habitante/ano até 2010.

Nascimento Júnior admite que o valor está aquém do ideal, mas prefere adotar uma postura de cautela ao falar sobre o assunto. “Não dá para comparar com outros países; Estados Unidos e Canadá, por exemplo, não tem esse fornecimento. Em países como Espanha e Inglaterra a realidade é outra. Mas o repasse tem aumentado. Em 2002, 5,6% do Orçamento era para medicamentos; em 2007 foram 11,2%”, disse.

Do bolo de gastos com medicamentos, a maior fatia (38%) é destinada aos medicamentos de alto custo. Os outros gastos são com medicamentos básicos, para tratamento contra a AIDS e câncer.

CPMF – Para o representante do Ministério da Saúde, o país perdeu a oportunidade de ajudar quem mais precisa ao derrubar a CPMF (o imposto do cheque, criado para beneficiar a Saúde). “Foi uma decisão política e não administrativa que derrubou um imposto difícil de ser substituído porque além de beneficiar a saúde ele também fazia divisão de renda. Agora, espero que o não pagamento se converta em emprego e renda”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)