Cassilândia, Sábado, 22 de Julho de 2017

Últimas Notícias

19/01/2015 15:05

Governo garante 13%, mas Fetems diz não abrir mão dE 25% de reajuste a professor

João Pamplona

Enquanto o governo estadual garante o reajuste de 13,1% dos professores, a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) exige o cumprimento dos 25,42% – os dois índices são, respectivamente, a soma do percentual garantido anualmente e o restante representa um quarto do piso nacional do magistério para 20 horas.

Representantes dos professores da rede estadual e governo mantêm negociação desde a semana passada. Nesta segunda-feira (19), a Fetems se reuniu novamente com a equipe de Reinaldo Azambuja (PSDB).

De acordo com a secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola, o governo vai analisar nos próximos dias folhas de pagamento de novembro, dezembro e janeiro, para que, a partir disso, apresente uma proposta já na quarta-feira, quando está marcada nova reunião.

No encontro de hoje, que reuniu os secretários de Estado da Casa Civil, de Governo e Educação, foram apresentados alguns números do orçamento de MS, que seriam compatíveis aos levantados e defendidos pela direção da Fetems.

“A comissão vai analisar a folha de pagamento analítica, a partir da folha, com remuneração e cargos, para que possa ver a possibilidade do cumprimento da lei. Mas não abrimos mão dos 25%”, disse o presidente da Fetems, Roberto Magno Botarelli.

A secretária de Educação, por sua vez, afirma que seria “inconsequência prometer um reasjute e depois não poder cumpri-lo”. O percentual de 13,1%, que representa o reajuste anual, sem o ¼ do piso nacional para 20 horas, é dado como certo pelo governo. O restante, no entanto, ainda será analisado, afirma.

Ela lembra que são 20 mil professores, no entanto, a metade não consta na folha de pagamento de janeiro. Caso seja aplicado o reajuste de 25%, somaria R$ 22 milhões, segundo levantamento do governo.

 

Midiamax

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 22 de Julho de 2017
Sexta, 21 de Julho de 2017
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do dia
Quinta, 20 de Julho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)