Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

23/06/2005 14:14

Governo fixa meta de inflação de 2007 em 4,5%

O CMN (Conselho Monetário Nacional) fixou o centro da meta de inflação de 2007 em 4,5%. O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse que o intervalo de tolerância será de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo --ou seja, pode variar entre 2,5% e 6,5%.

A decisão já era esperada pelo mercado, assim como o anúncio também feito hoje por Palocci de que as metas para 2005 e 2006 foram mantidas em 4,5%.

Palocci disse ainda que espera que o Banco Central persiga essa meta em 2006 e a consolide em 2007 para dessa forma buscar no longo prazo uma inflação em torno de 4%.

Mesmo a meta de 4,5%, entretanto, é bastante ambiciosa para países como o Brasil, onde dificilmente a inflação ficou abaixo de 5% nas últimas décadas.

Dessa forma, o Banco Central pode ser obrigado a manter taxas de juros elevadas durante os próximos anos para conseguir cumprir os objetivos fixados pelo CMN.

O BC usa os juros de forma a conter o aquecimento da economia e, dessa forma, reduzir as pressões inflacionárias. A alta dos juros, entretanto, também contribui para reduzir investimentos e aumentar o desemprego.

Por esse motivo, setores de oposição e até mesmo do governo defendiam que o governo adotasse uma meta de inflação maior. O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), por exemplo, tentou convencer a equipe econômica que o centro da meta deveria ser de 5,5%.

No entanto, o CMN --formado por Palocci, o ministro Paulo Bernardo (Planejamento) e o presidente do BC, Henrique Meirelles-- descartou elevar a meta para tirar a pressão sobre os juros.

"Nós pensamos que sempre que você tolera uma inflação maior, você obtém uma conquista que é uma inflação maior", disse ele em tom irônico.

De acordo com o ministro, uma meta mais elevada poderia estimular a realimentação da inflação, o que não iria colaborar para o crescimento da economia mesmo no curto prazo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)