Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/04/2004 13:36

Governo Federal vai perdoar dividas de 49 mil mutuários

Dourados News


Mutuários inadimplentes terão as dívidas perdoadas pela Emgea (Empresa Gestora de Ativos), criada para administrar os contratos problemáticos da Caixa Econômica Federal. A medida só vai beneficiar quem assinou financiamento até 31 de dezembro de 1987, com cobertura do FCVS (Fundo de Compensação das Variações Salarias), sendo que nesse caso tem 49.096 pessoas, principalmente com contrato de gaveta (quando o imóvel é comprado em nome de terceiros).

Segundo a Emgea, 81% dos financiamentos estão inadimplentes, por isso a empresa resolveu anistiar devedores, abrindo mão de R$ 480 milhões. O valor representa quase 10% dos R$ 4,7 bilhões que a Emgea tem a receber dos contratos com cobertura do FCVS, que não foram regularizados. Como milhares de mutuários ainda não preencheram o requerimento para receber o perdão do saldo devedor, foi publicada no Diário Oficial da União medida provisória que permite a liquidação da dívida sem exigir que o interessado procure a Caixa.

Este mês os mutuários que têm direito ao perdão da Emgea vão receber aviso para comparecer a uma agência a fim de regularizar a situação e receber a baixa da hipoteca do imóvel. Quem está na Justiça pode ser contemplado, mas precisa desistir da ação. Os gaveteiros serão beneficiados desde que os mutuários originais já não tenham tido perdão da dívida em outro imóvel. De acordo com a Emgea, todos ganham: mutuários, que recebem a baixa da hipoteca, e a Emgea, porque deixa de pagar taxas de manutenção dos contratos para a Caixa, que custam até R$ 40 mensais por pessoa.

Muitas famílias não receberam o desconto de 100% por falta de informação, burocracia ou para não perder o seguro pago pelo FCVS, por morte, invalidez ou danos à propriedade. A Emgea recebeu 1,3 milhão de contratos com problemas da Caixa e de outros agentes financeiros. Desde que foi criada, em 2001, a empresa já liquidou 260 mil contratos. Os mutuários que não têm a cobertura salarial do FCVS e saldos devedores impagáveis devem procurar a Caixa para renegociar.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)