Cassilândia, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

16/05/2006 07:53

Governo estuda redução da alíquota do diesel e soja

Cadú Bortolotto

O governo está estudando a possibilidade de reduzir a alíquota do ICMS sobre o óleo diesel e o valor da pauta da soja, como forma de reduzir os custos dos produtores rurais e fortalecer o agronegócio no estado. A garantia foi dada nesta segunda-feira pelo governador Zeca do PT ao senador Delcídio do Amaral (PT/MS), durante encontro na Governadoria, em Campo Grande.

Delcídio levou a Zeca os pedidos feitos sábado pelos agricultores de Dourados e Maracaju, que, pelo terceiro ano consecutivo, estão tendo prejuízos, causados principalmente pela defasagem cambial, as alterações climáticas, o reajuste constante dos insumos e a política de juros altos do Ministério da Fazenda.

- As reivindicações dos produtores são legítimas e vão passar pelo crivo dos técnicos do governo, para saber quanto isso impacta na arrecadação. É claro que, em um momento de crise como nós vivemos, o estado não pode abrir mão de receita, mas os produtores rurais estão vivendo uma situação dramática e precisam ser ajudados, sob pena do agro-negócio ser inviabilizado. O governador Zeca do PT entende essa situação e imediatamente convocou o Secretário de Receita e Controle, José Ricardo Cabral, que vai reunir os produtores de Dourados e Maracaju para debater alternativas e eu não tenho dúvidas que o governo vai encontrar soluções para o assunto – afirmou o senador.

Em Mato Grosso do Sul, o produtor vende a saca de 60 kg de soja por R$ 19,00 e recolhe ICMS sobre R$ 30,80, que é o valor da pauta fixado pelo governo . No caso do óleo diesel a alíquota do imposto é de 17 %, quando em estados vizinhos o percentual é de 12 %.

Outro pedido feito pelos agricultores é de que a AGESUL invista na recuperação das estradas vicinais de Dourados e Maracaju, a fim de garantir o escoamento da produção.Zeca chamou o secretário de estado de infra-estrutura, Carlos Augusto Longo, a quem pediu um estudo detalhado da realidade da região, para a definição de quais obras são prioritárias.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 20 de Outubro de 2017
Quinta, 19 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 18 de Outubro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)