Cassilândia, Quarta-feira, 26 de Abril de 2017

Últimas Notícias

02/12/2006 07:55

Governo estuda reajustar salário mínimo a cada 4 anos

Humberto Marques / Campo Grande News

O governo federal estuda acabar com as negociações anuais para o reajuste do salário mínimo a partir do próximo ano, realizando as discussões sobre os aumentos a cada quatro anos. Porém, segundo a Agência Brasil, o salário mínimo seria corrigido anualmente por conta de um índice elaborado a partir do crescimento da economia brasileira, ou seja do aumento no Produto Interno Bruto.

A fórmula foi comentada pelo ministro Luiz Marinho, do Trabalho e Emprego, que prometeu apresentá-la às centrais sindicais durante a reunião de reajuste do mínimo no próximo ano. Segundo ele, seria necessária a aprovação de outros setores do governo para apresentar um projeto de lei no Congresso Nacional com esse conteúdo.

Os atuais reajustes do mínimo levam em consideração o crescimento do PIB, mas isso deve ser ratificado na Lei de Diretrizes Orçamentárias. A nova fórmula vigoraria pelos próximos 15 anos. “É uma garantia aos trabalhadores de que você tenha um ganho real a cada ano. Hoje está na LDO, se a LDO incorporar a cada ano. Esse governo tem colocado assim, mas outro governo colocará?”, questionou Marinho. Caso a proposta ganhe corpo e acabe aprovada, passaria a vigorar a partir de 2.008, com a negociação seguinte sendo prevista para 2.011.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 26 de Abril de 2017
Terça, 25 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)