Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/02/2005 11:01

Governo estuda liberação do anzol de galho nos rios

Inara Silva/Campo Grande News

O decreto que proíbe o uso de anzol de galho para a pescaria profissional pode ser revogado ainda hoje. Segundo o secretário de coordenação de Governo, Raufi Marques, o pedido da categoria está sendo avaliado pelo governo do Estado e por deputados estaduais e ainda hoje pode haver novidades. A pesca está liberada, a partir de amanhã, nos rios do Estado e os pescadores ficaram revoltados com a medida. Pela legislação anterior, eles tinham direito a usar 20 anzóis.
Raufi Marques afirmou que tem mantido conversa com uma comissão de deputados, além dos pescadores, para buscar um entendimento. Segundo ele, o governo está disposto a rever a medida, desde que sejam adotados alguns critérios.
Está em avaliação a possibilidade de recadastramento de todos os pescadores profissionais do Estado e fazer a unificação do cadastro. “A intenção é verificar quem realmente vive da pesca”, disse o secretário ao lembrar que há denúncias encaminhadas ao MP (Ministério Público) de que ocorrem irregularidades na atividade. O secretário afirmou que serão realizadas também visitas às colônias de pesca e só então o decreto voltará a permitir o uso de 20 anzóis de galho e 20 bóias com plaquetas. No entanto, o Raufi Marques afirmou que a proposta ainda está em avaliação, mas pode ser aprovada ainda hoje. Isso porque a pesca estará liberada a partir de amanhã nos rios de Mato Grosso do Sul e a proibição preocupa os pescadores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)