Cassilândia, Sexta-feira, 28 de Abril de 2017

Últimas Notícias

28/02/2005 11:01

Governo estuda liberação do anzol de galho nos rios

Inara Silva/Campo Grande News

O decreto que proíbe o uso de anzol de galho para a pescaria profissional pode ser revogado ainda hoje. Segundo o secretário de coordenação de Governo, Raufi Marques, o pedido da categoria está sendo avaliado pelo governo do Estado e por deputados estaduais e ainda hoje pode haver novidades. A pesca está liberada, a partir de amanhã, nos rios do Estado e os pescadores ficaram revoltados com a medida. Pela legislação anterior, eles tinham direito a usar 20 anzóis.
Raufi Marques afirmou que tem mantido conversa com uma comissão de deputados, além dos pescadores, para buscar um entendimento. Segundo ele, o governo está disposto a rever a medida, desde que sejam adotados alguns critérios.
Está em avaliação a possibilidade de recadastramento de todos os pescadores profissionais do Estado e fazer a unificação do cadastro. “A intenção é verificar quem realmente vive da pesca”, disse o secretário ao lembrar que há denúncias encaminhadas ao MP (Ministério Público) de que ocorrem irregularidades na atividade. O secretário afirmou que serão realizadas também visitas às colônias de pesca e só então o decreto voltará a permitir o uso de 20 anzóis de galho e 20 bóias com plaquetas. No entanto, o Raufi Marques afirmou que a proposta ainda está em avaliação, mas pode ser aprovada ainda hoje. Isso porque a pesca estará liberada a partir de amanhã nos rios de Mato Grosso do Sul e a proibição preocupa os pescadores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 27 de Abril de 2017
13:24
Cassilândia
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
06:20
Copa do Brasil
06:11
Loteria
Quarta, 26 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)