Cassilândia, Domingo, 23 de Abril de 2017

Últimas Notícias

23/11/2004 13:56

Governo Eletrônico terá 4,5 mil pontos de atendimento

Benedito Mendonça / ABr

No primeiro semestre de 2005, o Ministério das Comunicações vai expandir os serviços do Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac) de 3.200 para 4.500 pontos de acesso no país. Apenas no Gesac, a expectativa é chegar ao final de 2006 com 6 mil pontos.

A informação foi dada hoje pelo assessor do Ministério das Comunicações (MC), Antonio Albuquerque. Ele fez a palestra Inclusão Digital no Brasil: Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac), no segundo dia da 2ª Mostra de Inclusão Digital do governo federal. O evento termina amanhã (24), na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

De acordo com Albuquerque, o Gesac é um programa que tem o objetivo de dar acesso, além da internet, aos grandes portais e aos serviços do governo eletrônico, também à inclusão digital disponibilizando uma série de serviços para a comunidade se desenvolver econômica, cultural e pedagogicamente.

"Isso tudo com uma grande preocupação de que a comunidade produza conteúdos, divulgue o seu turismo, discuta com outras comunidades e articule políticas públicas junto à Câmara Legislativa", disse.

Albuquerque revelou que o programa permite à comunidade se abrir para o mundo, conhecer e produzir informações, além de interagir com outras comunidades. Ele lembrou que em todos os estados existem comunidades usando e produzindo conteúdos em cima do Gesac.

Ele informou que já estão sendo implantadas as unidades de acesso à internet, os telecentros, previstas no Programa Brasileiro de Inclusão Digital (PBID). Serão mil unidades até junho de 2005. O mesmo acontece com as 6 mil unidades previstas no Plano Plurianual de Investimentos, que serão implantadas até 2007.

O assessor da presidência do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), Alex Camacho Castilho, que representou o presidente da instituição, Sérgio Amadeu, falou sobre a experiência do instituto na atual gestão da prefeitura de São Paulo.

Segundo ele, a idéia foi mostrar o trabalho do ITI, de modo que os órgãos federais possam ter a opção de levar a inclusão digital para as áreas carentes do Brasil. "A gente pretende instalar cerca de mil telecentros no Brasil até o final de 2005 nos moldes do Programa Casa Brasil".

Os telecentros são espaços com computadores conectados à internet disponíveis gratuitamente para a população carente, que usam sofware livre - programas de computador cujo uso não implica o pagamento de direitos autorais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 23 de Abril de 2017
Sábado, 22 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 21 de Abril de 2017
11:00
Mundo Fitness
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)