Cassilândia, Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

25/05/2004 13:57

Governo e MST divergem

Adriano Gaieski / ABr

Terminou com divergência de números a reunião de quase quatro horas entre representantes do Movimento Sem Terra(MST) e os ministros Miguel Rossetto, do Desenvolvimento Agrário, José Dirceu, da Casa Civil e Luiz Dulce secretário geral da Presidência da República.

Durante o encontro foi distribuído uma Balanço de Execução da Reforma Agrária, mostrando que de janeiro a maio 29.317 novas famílias tiveram acesso a terra. João Paulo Rodrigues, da coordenação nacional do MST contestou a informação dizendo que na avaliação do Movimento, até agora foi assentado um número inferior a oito mil famílias. “Há uma divergência significativa de famílias que foram assentadas”. Ele também manifestou a preocupação com as liberações de créditos, dizendo que as “famílias não têm conseguido acessar o crédito do Pronaf, há uma limitação muito grande em função da burocracia nos bancos e estamos pedindo que o Governo crie novos instrumentos para que as famílias possam acessar o crédito". Para ele isto tem de acontecer até o mês de junho para garantir que os assentamento sejam beneficiados no Plano Safra.

O ministro Rossetto rebateu as críticas de João Paulo Rodrigues, que não opinião dele está desinformado. “Todos os nossos dados estão absolutamente abertos e revelam enorme esforço do Governo e do Incra, no sentido de assegurar todo o Plano Nacional de Reforma Agrária”. O ministro reafirmou a garantia de 30 mil famílias assentadas, ou com Programas de Assentamentos criados, “por tanto com terra. Estamos em processo final de assentamento e estamos trabalhando fortemente para cumprir todas as nossas metas e, mais do que isto, apresentamos um conjunto de dados que demonstra todo o cumprimento do Governo do Plano Nacional de Reforma Agrária”. Isto não diz respeito apenas aos assentamentos, mas sua qualificação, ampliação de recursos para a assistência técnica, discutindo crédito produtivo para estimulo a agroindústria e a produção associativada”.

Apesar da reclamação inicial, João Paulo Rodrigues reafirmou sua confiança que o Governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai cumprir suas metas para a reforma agrária e se comprometeu de que o MST irá colaborar. Ele apenas demonstrou preocupação de que a greve do Incra possa atrapalhar. O ministro Rossetto também se disse preocupado, embora reconheça a ligitimidade na pauta de revindicações, mas que estão sendo sendo tomadas medidas pelo Governo “e não há razão para a continuidade da greve”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
07:30
Loterias
Sexta, 24 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)