Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

06/03/2006 19:50

Governo convocará 400 PMs e abrirá vagas em concursos

Maristela Brunetto/Campo Grande News

O Governo do Estado deve publicar nas próximas semanas editais de concursos que junto com a convocação de 400 soldados da Polícia Militar já selecionados devem compreender cerca de mil vagas. A seleção de 200 a 300 agentes penitenciários é prioridade, para que o governo possa ativar os presídios de Naviraí e Dois Irmãos do Buriti, já concluídos. Por ser ano eleitoral, o governo chamará aprovados até 31 de junho, informou o secretário de Gestão Pública, Ronaldo Franco.

Conforme ele, o governo está preparando editais para selecionar fiscais de rendas, agentes tributários e servidores para as áreas de turismo, meio ambiente e para o Idaterra (Instituto de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul). Não há um número preciso de vagas por categoria, disse.

Franco explicou que mesmo sendo concluído o processo seletivo, o governo não deve convocar todos os aprovados até o prazo limite da legislação eleitoral. Ele argumenta que podem ficar convocações para o sucessor do atual governador, Zeca do PT, autorizar.

No caso dos agentes penitenciários, o governo tem pressa porque já tinha até anunciado a ativação das duas unidades, que ajudariam a amenizar o cenário de superlotação. Com a manifestação contrária do sindicato que representa os agentes, que ameaçou até a ir à Justiça, houve o adiamento. O quadro é formado por 1.260 agentes para atender 18 presídios; no estado há 34 unidades ligadas à Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

Além dos agentes, o governo deve destinar parte dos soldados para atuar nos presídios, na área externa. O grupo também terá parte de seu efetivo destinado a Dourados e cidades com o quadro defasado. Os militares passam por formação antes de atuar na segurança pública.

Peritos- O governo irá publicar edital convocando aprovados em concurso para a perícia da Polícia Civil para iniciar a formação na academia da corporação em primeiro de junho, garantiu Franco. Nas últimas semanas, candidatos representando um grupo de cerca de 60 dos 133 aprovados apresentou a insatisfação diante da falta de definição do Executivo.

“Nada nos obriga a nomeá-los imediatamente” disse Franco, informando que o concurso, realizado em 2004, terá a validade prorrogada. O governo chegou a publicar edital no final daquele ano, mas depois declinou. O secretário disse que a publicação foi indevida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Novembro de 2017
Domingo, 19 de Novembro de 2017
11:00
Mundo Fitness
Sábado, 18 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)