Cassilândia, Sábado, 23 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

21/06/2004 13:57

Governo chinês restabelece importações de soja do Brasil

Shriley Prestes/ABr

A soja brasileira está com entrada livre na China a partir de hoje. O anúncio foi feito em Pequim pelo governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, que está na China desde a semana passada. Segundo ele, o governo chinês se comprometeu a restabelecer as importações do grão produzido no Brasil depois de uma reunião de quatro horas e meia, no Ministério da Quarentena, que resultou na assinatura de documento formalizando um acordo entre os dois países.

Segundo Rigotto, as autoridades chinesas aceitaram a Instrução Normativa nº 15 do Ministério da Agricultura brasileiro, que determina a tolerância de um grão de semente a cada quilo de soja exportada para consumo alimentar. Ele explicou que a reunião, da qual participaram cinco representantes do governo brasileiro, liderados pelo secretário de Defesa Agropecuária, do Ministério da Agricultura, Maçao Tadano, e cinco do governo chinês, foi muito dura, porque os chineses queriam saber tudo o que se passava no setor. “Mas terminou com os melhores resultados para o setor agropecuário brasileiro”, destacou.

Rigotto explicou ainda que também ficou decidido que se algum importador solicitar exames dos produtos que estão embarcados e parados em portos ou em alto mar, o custo de laboratório correrá por conta do exportador. O governador informou que, amanhã (22), os técnicos dos ministérios da Agricultura do Brasil e da Quarentena da China, vão acertar os detalhes da decisão.

Germano Rigotto, que considerou histórica a reunião, afirmou que houve boa vontade do governo chinês, pela compreensão das medidas que estão sendo adotadas no Brasil, e que o fim do embargo à soja nacional determina a volta da tranqüilidade. “Com o documento firmado, as 23 empresas brasileiras que haviam tido cargas recusadas estão liberadas para voltar a exportar à China", comemorou.

A China havia suspendido 23 exportadores de soja brasileira de venderem o produto ao país, alegando ter encontrado traços de um fungicida em alguns carregamentos. A medida tinha, praticamente, paralisado o comércio de soja entre o Brasil e a China.

Rigotto lidera a missão governamental e empresarial gaúcha que está na China, desde o último dia 17, para cumprir agenda destinada a ampliar as relações comerciais entre o país asiático e o Rio Grande do Sul, o maior exportador brasileiro do grão para a China. Somando os outros produtos vendidos ao país, a China é atualmente o segundo mercado de destino de produtos gaúchos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)