Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/05/2006 17:00

Governo boliviano já ocupa todas as petrolíferas no país

Humberto Marques / Campo Grande News

Toda a indústria petrolífera boliviana já está ocupada por militares e técnicos da YPFB (Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos, estatal do setor petrolífero no país vizinho), declarou hoje o vice-presidente da Bolívia, Álvaro Garcia. Ao todo, são 53 instalações que operam o setor (entre refinarias, campos produtores e dutos), incluindo duas refinarias da Petrobras, que passam ao controle boliviano, bem como 50 postos de combustíveis da empresa brasileira. Conforme a Globonews, as ocupações começaram logo após o presidente Evo Morales assinar o decreto que nacionalizou a indústria de hidrocarbonetos. Garcia fez o anúncio em La Paz, diante de uma multidão concentrada na praça central, onde, logo mais, serão encerradas as comemorações do Dia do Trabalho na Bolívia – com a participação de Morales.

“Queremos pedir [às Forças Armadas] para, a partir deste momento, tomar todos os campos petrolíferos na Bolívia com os engenheiros que organizaram o Ministério de Hidrocarbonetos junto com o presidente da YPFB”, disse Morales. O decreto assinado hoje obriga as empresas estrangeiras que exploram petróleo e gás natural a ceder ao Estado a propriedade dos combustíveis, dando um prazo de seis meses para que novos contratos sejam firmados com o governo boliviano. Os grupos que não se adequaram à nova legislação devem abandonar o país – o que inclui a Petrobras e a Repsol-YPF, as principais investidoras no setor.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)